[Resenha] Ecos da Morte #01 - Kimberly Derting

Ecos da Morte - Livro 01 || The body Finder #01 || Romance , YA , Sobrenatural || Kimberly Derting || 272 || 2011 || Intrínseca 

Sinopse:
Violet Ambrose tem dois problemas – o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela começa a ficar cada vez mais incomodada com sua estranha habilidade – Violet encontra cadáveres. Desde pequena ela percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos, apenas os das vítimas de assassinato. Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas, agora que um serial killer está aterrorizando a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas assassinadas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.


E
 u devo ter lido Ecos da Morte pela primeira vez por volta de 2009, em uma época que o paraíso estava meio abandonado, e apesar de não me recordar a data exata o livro me marcou bastante, e depois de muito tempo enfim consegui o segundo, então aproveitei esse bloqueio que me consome e resolvi arriscar em algo que já sabia que tinha me agradado e deu certo, consegui finalizar a leitura. 


Violet é uma adolescente que apesar de parecer comum, está longe de o ser, ela esconde um segredo que se revelado pode alterar o rumo da sua vida para sempre. Desde pequena, a jovem possui habilidades sobrenaturais, Violet consegue sentir os mortos. Quando pequena essas sensações, por ela chamadas de Ecos, a induzia a encontrar os corpos de seres mortos, até que um dia, ela encontra o corpo de uma criança.

Por mais confortável que Violet sempre tivesse se sentido em relação à morte, o assassinato brutal daquela menina era real demais para ela. 

O caso não foi resolvido e muitos anos se passaram, agora Violet já é adolescente, é quando no meio de uma festa na praia, ela acaba localizando o corpo de outra jovem, chamada pelo eco de seu assassinato,  descartado como objeto no mar. Mas aquela não será a única, e de repente mais jovens começam a desaparecer na cidade, e agora são jovens muito próximas de Violet. Induzida pelo desejo de vingança e pela certeza de que apenas ela pode identificar o assassino, Violet parte em uma caçada suicida ao serial Killer que vem aterrorizando sua cidade. 

Como eu disse no inicio da resenha, fazia muito tempo que tinha feito a leitura de Ecos, e de certa forma sempre lembrava do foco da história, a jovem que sentia os Ecos dos mortos. Os ecos de Violet podem se dar de varias formas, cheiros, sons, cores, qualquer coisa que possa ser deixada pela morte do ser, seja ele humano ou animal, quando assassinado brutalmente. E se não bastasse, essa marca não só permanece na vítima como também no assassino, possibilitando assim o reconhecimento pela nossa protagonista. 

Apesar do livro conter suspense, e de certa forma um ar policial, ainda sim, seu enredo está bem mais voltado para o lado adolescente, onde com uma escrita leve e instigante a autora nos apresenta o desenvolvimento da vida amorosa e estudantil de Violet. Apesar de todos os crimes que rondam a protagonista, ela ainda lida com as experiências da escola e a vivência do primeiro amor, aqui interpretado por Jay, seu amigo de infância.

Ela de repente se sentiu como uma predadora, que carregava a mais poderosa das armas. Agora se tornaria a caçadora ... e ele, a caça.

Ainda sim assuntos importantes são colocados em debates, como a importância do respeito ao NÃO e, o perigo de se comunicar com estranhos e de acreditar que o mau só bate na porta do próximo. O livro que representa bem a postura dos adolescentes que sempre acreditam estar certos em tudo. O livro possui uma abordagem bem bacana sobre a fase da adolescência, e de quebra inclui um enredo diferenciado que instiga e deixa a leitura empolgante.

O livro é bem gostosinho de ler, a trama é bem elaborada e apesar do suspense não ter 100% de participação no enredo, ainda sim, não compromete a estrutura, proporcionando uma leitura fluida e emocionante a quem se interessar por ele. E com todos os acontecimentos que rodeiam os jovens, a trama faz com que a obra seja fortemente indicada a leitores adolescentes. 






2 comentários:

  1. Oi,tudo bem?O livro é bem gostosinho de ler mesmo e a trama realmente bem elaborada. Parabéns pela resenha! bjs :)

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Não conhecia esse livro...
    Mesmo sendo de gênero sobrenatural, coisa que não leio, fiquei encantada.
    Sua resenha no entanto, me deixou muito interessada por essa leitura.
    Dica anotadíssima!
    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.