[Resenha] Cujo - Stephen King

Título: Cujo
Gênero: Terror
Autor: Stephen King 
Editora: Suma das Letras 
Páginas: 376
Ano: 2016


Sinopse:
Frank Dodd está morto e a cidade de Castle Rock pode ficar em paz novamente. O serial-killer que aterrorizou o local por anos agora é apenas uma lenda urbana, usada para assustar criancinhas. Exceto para Tad Trenton, para quem Dodd é tudo, menos uma lenda. O espírito do assassino o observa da porta entreaberta do closet, todas as noites. Você pode me sentir mais perto… cada vez mais perto. Nos limites da cidade, Cujo – um são Bernardo de noventa quilos, que pertence à família Camber – se distrai perseguindo um coelho para dentro de um buraco, onde é mordido por um morcego raivoso. A transformação de Cujo, como ele incorpora o pior pesado de Tad Trenton e de sua mãe e como destrói a vida de todos a sua volta é o que faz deste um dos livros mais assustadores e emocionantes de Stephen King.


Hey 
people!!

Ano Novo, Leituras Novas e Experiências Novas, tudo bem que iniciei a leitura no final de 2016, maaaaaas encerrei em 2017 então é isso que conta kkkkkkkkk. Depois de me aventurar um pouco em terror, resolvi ler o pai dos pais e deixo com vocês minha experiência com a obra.



Um assassino famoso, uma cidade do interior, uma criança com medo do escuro, um cachorro raivoso, esse é o contexto de Cujo, há alguns anos crimes horrendos foram cometidos, o assassino Frank Dodd está morto, mas ao que tudo indica sua alma permanece intacta, dentro do closet de Tad, um menino de 4 anos que esta sendo aterrorizado pelo monstro do armário.

Do outro lado da cidadezinha temos Cujo, um São Bernardo de 90kg que adora caçar coelhos, mas em uma de suas caçadas ele acaba enfiando o focinho onde não devia, mordido por um morcego contaminado pelo vírus da raiva, Cujo se transforma de um cão dócil e amigável em um assassino sanguinário. Dominado pela doença, o cachorro começa a enlouquecer e matar aqueles que cruzam seu caminho.

O caminho de Tad e Cujo irão se cruzar, e no meio de tanta carnificina, quem sobreviverá? Cujo  ou Tad que será protegido com unhas e dentes por sua mãe?

Por ser meu primeiro contato com a escrita de Stephen, fiquei na dúvida se realmente não curti, ou se não peguei um dos melhores, mas a verdade é que a leitura foi difícil, e por mais que tenha insistido na trama, confesso que pra mim alguns fios ficaram soltos.

Tad é criança, e como toda criança, acredita que dentro do seu armário existe um monstro, e particularmente tem, o espirito do assassino Frank Dodd, ex morador da casa esta lá assombrando o garotinho, e do outro lado da cidade temos Cujo, o São Bernado que será contaminado com raiva, cheguei ao final da leitura que se arrastou por mais de 20 dias e não consegui fazer uma ligação entre o fantasma e o cachorro. No decorrer da trama existem vários acontecimentos que são cotidianos da vida de uma cidade pequena, entre eles esta incluso traição, um tema que no final, não vi ligação com a trama. Os momentos que possuem terror, sem dúvida alguma são de arrepiar, Stephen possui uma forma de narrar os acontecimentos que é única, conforme ele descreve o acontecimento é possível visualizar a cena e sentir o medo que ela evoca. 

A escrita é boa, a narrativa flui que é uma beleza, mas tinha tantos personagens que já não sabia mais quais eram as ligações de um com o outro, o livro foi escrito em um único capitulo, segundo Stephen foi proposital, e dessa forma, parar a leitura fica meio complicado. Se fosse para analisar em separado, daria 5 estrelas para o terror e 3 para a história em si, mas não posso, então são 3 estrelas para tudo. Se vou desistir de Stephen? Jamais, assim que houver nova oportunidade, tentarei de novo, mas infelizmente, Cujo não me conquistou, mas com certeza me assombrou.

Essa nova edição da Suma esta incrível, livro em hardcover, muito bem produzido, o fato dele ser capa dura, não atrapalha a leitura, pois a brochura foi muito bem costurada, a capa possui o relevo da pata de um cachorro, com folhas amareladas e fonte em tamanho confortável, tudo isso contribui para uma boa leitura, a editora esta de parabéns, o trabalho ficou lindo, sem dúvida série de colecionador.




13 comentários:

  1. Nunca li nenhum livro do King, mas tenho muita vontade. Vi sobre esse livro em alguns lugares, a trama me pareceu bem interessante e sua resenha ficou ótima!

    ResponderExcluir
  2. Olá! Já li várias obras do King, inclusive já resenhei algumas. El realmente tem um jeito bem particular de escrever, precisamos entrar no universo dele pra entender o que cria, eu particularmente adoro!!! Cujo, eu não li ainda e com certeza está na minha lista de leituras!

    Beijos, Jana!

    Blog Eu Li nas EntreLinhas

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Eu nunca li nada do Stephen, para falar a verdade, o gênero que ele escreve não me atrai, mas quero sair da minha zona de conforto também rsrs
    Ainda não conhecia esse livro dele, mas pela sua resenha acho que não seria uma boa ideia começar por ele...
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. King é fantástico, né!? Não conheço a história mas só de ser do SK já dá aquela ansiedade para ler.. rsr Todos os livros de suspense dele são fantásticos!

    ResponderExcluir
  5. Sou louca pra ler esse livro! Nunca li nada do Stephen King, mas estou super curiosa pra começar a ler! <3

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Eu ainda não li nada do Stephen King, mas tenho vontade. Eu não vou começar por esse pois eu sou muito medrosa e com certeza vou me assustar com tudo que acontecer. Eu também não gosto de leituras complicadas e difficiles de ler. Eu gostei da resenha e tenho que falar que a premissa me encantou. Mas acho que não vou ler ele tão cedo.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  7. Como fã inveterada do King, sou muito suspeita para comentar uma resenha. Cujo é um dos melhores livros do autor, pq é um terror psicológico. Em nenhum momento ele deixa claro que o monstro do armário é o espírito do assassino, cabe ao leitor achar isso ou não. E a ligação disso com o cão raivoso é justamente o medo. É encontrar monstros em lugares em que não esperamos. Mas, olha, não se chateie com o que eu disse, é muito difícil gostar do King. Eu o leio há mais de 20 anos e fui conquistada no primeiro livro, e já odiei outros tb. Não perca o foco, continue lendo! ;)

    ResponderExcluir
  8. Oie amore,
    Que mimo de blog, parabéns pelo capricho.
    Ainda não li nada do SK, e confesso que não seja uma leitura que eu esteja muito animada pra ler não... mas, quem sabe num outro momento.
    Adorei sua resenha, e a sinceridade!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  9. Olá... tudo bem???
    A Suma está arrasando nas edições de livros de King... tem 4 livros dele que quero muito ler e depois de muita luta consegui os 4. 3 eu comprei e 1 eu ganhei... Cujo tem uma diagramação linda, minha amiga comprou recentemente e ela está doida pra ler... espero que ela goste, já que sua primeira experiência não foi das melhores... mas King tem uma gama de livros... com certeza você vai encontrar um que a leitura flua e faça você gostar de sua escrita... Xero!

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Li apenas um livro do SK e nãofoi o suficiente para conhecer sobre sua escrita. Quero ler mais coisas e esse livro me chamou muita atenção quando vi pela sinopse e pela capa.
    Espero que eu consiga ler este também.
    Beijuh

    ResponderExcluir
  11. Oi Kelly,
    Já li algumas obras do autor e acho realmente a escrita dele muito boa. Sobre esse livro em particular não tem como dar uma opinião mais clara pq ainda não li essa obra, mas pela sua opinião, acho que esse caso foi o de "não pegar um dos melhores do autor" para você. Espero que suas experiências futuras sejam mais proveitosas.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  12. Olá, eu preciso muito desse livro...adoro o enredo! Assistia a adaptação quase toda semana quando era criança, kkkk
    Essa nova edição está linda <3

    Adorei a resenha e seus pontos de vista!

    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Oi BFF!
    Vc sabe que eu me pélo de medo desses livros né? Então nem mesmo que você diga que é a melhor história do mundo eu leria, então imagine com uma narrativa arrastada? Nem pensar!!! Aliás acho que estou com medo só de pensar em um São Bernardo possuído cercando meu carro :'(
    Bjs!

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.