Amante Consagrado #06 || J.R. Ward

Amante Consagrado - Livro 06 || Irmandade da Adaga Negra #06 || Fantasia , Sobrenatural , Erótico , Romance || J. R. Ward || 552 || 2011 || Universo dos Livros



Sinopse:
Nas sombras da noite de Caldwell, Nova York, desenvolve-se uma furiosa guerra entre os vampiros e os seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros defensores de sua raça. E agora, um Irmão obediente deve escolher entre duas vidas...
Ferozmente leal à Irmandade da Adaga Negra, Phury se sacrificou pelo bem da raça, convertendo-se no macho responsável por manter a linhagem da Irmandade. Como o Primaz das Escolhidas, ele será o pai dos filhos e das filhas que assegurarão que sobrevivam as tradições da raça e que haja guerreiros para lutar contra os redutores.
Como sua companheira, a Escolhida Cormia quer ganhar não só o corpo, mas também o coração de Phury para si... Ela vê o guerreiro emocionalmente deteriorado atrás de toda sua nobre responsabilidade. Mas enquanto a guerra com a Sociedade Redutora se torna mais severa, uma grande tragédia abate a mansão da Irmandade e Phury deve decidir entre o dever e o amor.




Desde o primeiro momento em que colocou os olhos em Bella Phury é apaixonado por ela, mas ele viu na fêmea e seu amor a chance definitiva de curar seu irmão gêmeo dos traumas sofridos durante sua vida como escravo de sangue. Sendo assim Phury se afasta para que Z se aproxime e quem sabe assim consiga construir uma família, e isso de fato acontece.

Mas agora além de sofrer de amor ele sofre de preocupação, Bella está gravida e nenhuma gestação vampírica é segura, mas a dela ainda consegue se agravar mais. Preocupada com a fêmea proibida e com o destino que se irmão pode seguir caso Bella não resista ao parto Phury se entrega de vez ao seu vício de fumaça vermelha.

Ele sabe que está se destruindo e sabe que cada vez vai afundar mais até chegar ao fundo do poço, mas o que fazer com tanta dor e culpa? No livro anterior Phury se ofereceu para cobrir Vichous na função de Primale da raça, V agora está emparelhado, e sua shellan jamais aceitaria dividí-lo com mais 40 mulheres nem eu, ... mas tomar para si essa mansão não ajudou nosso irmão. Depois de largar Córnia, sua escolhida selecionada na mansão e se perder nas drogas para afagar suas dores, Wrath decide dar um cheque-mate no irmão para tentar salvá-lo desse mundo de perdição e vícios. 

Do outro lado temos Córnia, uma escolhida que nunca teve contato com a terra, até conhecer seu novo Primale. Córnia foi criada para reprodução e quando seu primale não consegue cumprir com suas obrigações por estar apaixonado por outra fêmea, ela percebe que ele não é como os outros, ou melhor, não do tipo que ela esperava, e é nesse momento que Córnia decide lutar por esse macho para conquistar o seu amor e salvá-lo da morte.


Eu sinto como se estivesse na prateleira. Que eu recebi as palavras da história da minha vida, mas permanece sem ser lido na maior parte do tempo...

Quando cheguei nesse volume confesso que fiquei com medo da série estar descendo ladeira abaixo e eu ter que abandoná-la no meio do caminho... O livro do V já foi arrastado e meio perdido, e chego até a arriscar que temos dois livros do Phury, já que sua história e tragédia começa no volume anterior. Ainda sim, apesar de todas as suas qualidades ー que não são poucas ー sua história foi bem arrastada e a sensação que eu tinha era de que não ia acabar nunca.

Phury é um guerreiro com um coração enorme, mas grande parte desse coração esta tomado de culpa pelo sequestro do seu irmão, quando Z foi levado eles ainda eram muito pequenos, mas isso não impede que Phury se sinta culpado por ter deixado seu irmão ser levado e ter levado tanto tempo para enfim conseguir resgatá-lo da vida de escravidão.

E mesmo depois de resgatar Z, Phury ainda se sente responsável por tudo que rodeia seu irmão, seja positivo ou negativo, e é assim que no decorrer da série ele vai abrindo mão de pequenas coisas para tentar salvar a alma do irmão. Perdido e sem rumo Phury se afunda nas drogas, o que faz com que ele reviva a cada dez páginas o sequestro do irmão, tornando o livro bem repetitivo, sem condições de responder suas ações ele deixa de lado sua maior obrigação com a raça, afinal ele aceitou ficar no lugar do V e ser o procriador da raça no fade, mas ele não chega perto da pobre Córnia de jeito nenhum.

Temos aqui mais uma fêmea que resolve lutar pelo que quer e começa a alterar o fluxo da saga, já que na maiorias das vezes os machos fazem elas parecerem fracas e oprimidas, e assim com garra e muita inocência Córnia parte em busca de conquistar seu macho. E no meio do caminho ainda vai rolar uma amizade e camaradagem com John, e esses momentos salvarão o volume em todos os quesitos, porque no final gostoso mesmo é ver os irmão interagindo e rever os personagens dos livros anteriores.


Para ele, a vida era como uma moeda que tinha desastre de um lado e esperando por desastre do outro.


Phury é um personagem pesado e depressivo se comparado aos outros irmãos que apesar dos seus problemas são sempre leves e descontraídos, e nisso a Ward pesou a mão. Talvez ela já tenho vindo até aqui meio perdida depois de falar de V, ou talvez o peso de uma história tenha se arrastado para a outra. Mas a verdade é que não foi uma leitura fácil, e ao invés de tristeza eu fiquei feliz e ansiosa para passar para o próximo volume. 

Amo a irmandade, mas nem só de momentos bons são feitas as sagas .... e segue o bonde que tem mais livro pela frente.




Amante Liberto



7 comentários:

  1. Oi Kelly, tudo bem?
    Eu não acompanho a série, mas conheço esse sentimento de se decepcionar com um volume muito bem rs. Admito que não me senti atraída pelo enredo, mas fico feliz apesar das ressalvas vc continua curtindo a saga

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clayci,
      Sempre estamos vulneráveis a esse tipo de decepção né? Mas de 5 dois perdidos? Foi bem relevante e acabei levando a série adiante, e não me arrependo.

      Beijokas

      Excluir
  2. Essa série é enorrrme! Nunca tive interesse em ler, acredita? E agora vendo sua resenha, parece que a série realmente foi ladeira a baixo. Uma pena que não tenha te conquistado :( é horrível quando isso acontece.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi PS,
      É enooooooorme mesmo, mas não se engane, apear da autora ter se perdido nesses dois volumes, depois ela volta com força total e nos recompensa pela derrapada.

      Beijokas

      Excluir
  3. Confesso que nunca tive interesse em comprar essa série pela quantidade de luvros, mas acredito que se pegasse emprestado leria sim. Quem sabe no próximo ano. Obrigada por compartilhar mais uma opinião sobre um título dessa série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,
      Os primeiros volumes eu ganhei hahaha, por isso hoje tenho a série inteira, fica mais fácil adquirir conforme vai lançando, mas é possível encontrar os primeiros volumes por 15,00 em feiras literárias.

      Beijokas

      Excluir
  4. Você está firme e forte na leitura desta saga hein? Eu continuo convencida de que não dou conta de uma série tão longa rsrsrs É livro demais!! Que pena que este não foi tão bacana para você!

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.