Filha das Trevas - Saga da Conquistadora #01 || Kiersten White

Filha das Trevas - Livro 01 || Saga da Conquistadora #01 || Jovem Adulto , Fantasia , Romance || Kiersten White || 472 || 2017 || Plataforma21

Sinopse:
Lada Dragwlya e o irmão mais novo, Radu, foram arrancados de seu lar em Valáquia e abandonados pelo pai – o famigerado Vlad Dracul – para crescer na corte otomana. Desde então, Lada aprendeu que a chave para a sobrevivência é não seguir as regras. E, com uma espada invisível ameaçando os irmãos a cada passo, eles são obrigados a agir como peças de um jogo: a mesma linhagem que os torna nobres também os torna alvo.
Lada despreza os otomanos. Em silêncio, planeja o retorno a Valáquia para reclamar aquilo que é seu. Radu, por outro lado, quer apenas se sentir seguro, seja onde for. E quando eles conhecem Mehmed, o audacioso e solitário filho do sultão, Radu acredita ter encontrado uma amizade verdadeira – e Lada vislumbra alguém que, por fim, parece merecedor de sua devoção.
Mas Mehmed é herdeiro do mesmo império contra o qual Lada jurou vingança – e que Radu tomou como lar. Juntos, Lada, Radu e Mehmed formam um tóxico e inebriante triângulo que tensiona ao limite os laços do amor e da lealdade.
Sombrio e devastador, este é o primeiro livro da mais nova série de Kiersten White. Cabeças vão rolar, corpos serão empalados… e corações serão partidos.



Em Filha das Trevas conheceremos Lada Vacul, a filha do poderoso e frio príncipe da Valáquia, Vlad Dracul. Vlad é um homem poderoso e impiedoso que só pensa em acumular cada vez mais terras e poder, e para isso será capaz de qualquer coisa.

Acho que às vezes, quando uma única vida põe em jogo o destino de uma nação, decisões impossíveis devem ser tomados.

Lada é a filha primogênita de um príncipe cruel que esperava que seu primeiro filho fosse homem e seu herdeiro, criada pela Ama e seu filho, desde pequena a menina aprende a se virar sozinha e aceitar que seu pai nunca estará por perto, mas ainda sim ela sonha em conquistar seu orgulho.

Logo após o nascimento de Lada, sua mãe teve Radu, mas apesar de ser o filho homem tão esperado, ele não poderia estar mais longe de ser o preferido. Ao contrário de Lada, Radu é um jovem medroso e assustado, meigo na maioria do tempo, ele é visto como fraco perto da sua iemã que não nega um desafio.

Os anos vão passando e vamos acompanhando o desenvolvimento dos jovens, até que numa busca por poder seu pai os entrega como reféns para serem criados na corte otomana. Ali os dois irão desabrochar, mas para caminhos e sentimentos completamente contrários, ah não ser pelo amor que sentem por Mehmed, o futuro Rei dos Otamanos.

Amor e vida. Coisas que podiam ser concedidas e tiradas em um piscar de olhos, tudo em nome do poder.

Durante sua estadia no reino Otamano tanto Lada quanto Radu amadurecerão e se encontraram, Lada se tornará uma grande guerreira e ganhará seu espaço fazendo aquilo que nasceu para fazer, e Radu se tornará um jovem culto e inteligente, capaz de enganar até o mais atencioso dos homens do Reino. Mas apesar de serem felizes em sua nova estadia, Lada quer voltar para sua terra, tomar seu trono e provar ao seu pai que é capaz de reinar muito melhor que qualquer homem.

Quando peguei Filha da Trevas para ler estava esperando uma fantasia com uma girl power tipo minha querida Kelsea, mas não foi bem isso que encontrei, apesar de ser forte e decidida, Lada é cruel, principalmente com Radu, que é oposto da menina em todos os sentidos, ao ponto de se sentir rejeitado e rebaixado por ela. Lada desde pequena é feroz e agressiva, enquanto Radu é doce e meigo, quando eles se mudam para o reino otamano ele é o primeiro a se adaptar e se sentir seguro e em casa, já Lada luta com todas as forças para renegar seu novo lar, e apesar de aprender a viver de uma forma melhor, seu único sonho é voltar para sua Valáquia.

Não posso dizer que a leitura foi fácil, por grande parte do livro ela foi arrastada e até um pouco cansativa, toda a ação que eu esperava ver só foi aparecer lá para o final da obra, e aí já era hora de se despedir e imaginar o próximo enredo. O contexto histórico por trás da obra é forte e de suma importância, já que a personagem Lada foi inspirada no verdadeiro príncipe Vlad da Valáquia.

As pessoas reagem bem à gentileza, Lada. Confiam mais em um sorriso do que em uma promessa de deixar alguém se afogar no próprio sangue.

O livro debate não só a história como feminismo e homossexualidade, o feminismo representado por Lada que luta com todas as suas forças para provar que mesmo sendo mulher é melhor que qualquer soldado, e o homossexualismo sendo representado por Radu, que aos poucos vai se descobrindo e que passa pelo momento complexo do auto reconhecimento.

Apesar do primeiro volume ter sido morno ao meu ver, tenho fé de que a autora tem condições de fazer grandes reviravoltas e transformar o terceiro volume em uma grande história, o que só garante que com certeza lerei o próximo volume logo a seguir, e claro se você curte uma aventura com um bom contexto histórico Filha das Trevas pode ser o seu livro.




Livro 02 - Dona do Poder 

Lada Dracul não tem aliados. Nem trono. Tudo o que Lada tem é o que sempre teve: ela mesma.
Ao falhar em obter o trono de Valáquia, Lada Dracul deseja punir a todos que ousarem cruzar seu caminho. Movida pela raiva, ela ataca com seus homens. Mas a força bruta não é suficiente para que Lada conquiste o que deseja.

Lembrar-se de Mehmed, no entanto, lhe traz algum conforto, mas não há tempo para isso. Ela escolheu deixá-lo antes que ele pudesse fazê-lo.
Lada sabe que precisa de toda sutileza e habilidade de seu irmão mais novo, Radu. Porém, Mehmed o enviou para Constantinopla e pretende dominar cidade. Assim, o irmão de Lada ganhou o lugar indesejado de agente duplo nas linhas inimigas...
Radu anseia pela confiança feroz da irmã, mas, pela primeira vez em toda a vida, rejeita Lada e seu inesperado apelo por ajuda. Atormentado pela lealdade aos Otomanos e a Mehmed, ele sabe que não deve nada à irmã. Mas, se Lada morrer, jamais perdoará a si mesmo. E, se falhar em Constantinopla, Mehmed irá perdoá-lo?
Civilizações desmoronam e os irmãos Dracul precisam decidir: o que irão sacrificar para cumprir seu destino?Nesta deslumbrante continuação da Saga da Conquistadora, impérios serão derrubados, tronos serão conquistados... e almas se perderão.


Livro 03 - Senhora do Fogo 

Ela parou numa curva do rio, onde uma caverna escondida camuflava uma passagem secreta para as ruínas da fortaleza da montanha. Entretanto não havia mais ruínas. O que ela encontraria por lá não era a solidão. Lada escutava os cinzéis, os gritos dos homens, o clangor das correntes de metal. Enfim, uma promessa estava sendo cumprida: ela havia voltado para reconstruir sua fortaleza.❞

10 comentários:

  1. Oi! Já tinha visto sobre esse livro por aí e confesso que tinha me interessado muito! Mas agora lendo sua resenha, fiquei um pouquinho desanimada.. Também esperava uma protagonista bem girlpower, mas nada assim, cruel. E gostei mais do irmão do que dela e dessa sede de poder que aparenta ter. Mas por ser uma história de guerra e poer, acho que daria uma chance a leitura sim. AS capas são maravilhosas! Obrigada pela resenha!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,
      No final acabei mesmo me apaixonando mais pelo irmão, ele sofre muito não só por não ser o filho que o pai esperou, como também por Lada que não dá um desconto, mas quem sabe o próximo não é bem melhor? Estou na esperança, e realmente as capas são lindonas.

      Beijokas

      Excluir
  2. Oi Kelly!
    Já tinha visto esse livro, mas é a primeira resenha que leio dele, tem tudo para ser um livro marcante, pena que no decorrer da leitura foi um pouco arrastada, mas como você mesma disse ter fé na autora nos próximos volumes, fico aqui esperando suas resenhas da sequencia. Parabéns pela resenha ficou bem informativa e direta, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris,
      Que bom que gostou da resenha, pode deixar que logo mais lerei os próximos e trago as resenhas.

      Beijokas

      Excluir
  3. Antes de mais nada as capas são fantásticas, amei, lindas.
    Confesso que eu não conhecia essa série e que a mesma não chamou tanto minha atenção; e saber que a narrativa se arrasta um pouco me desanimou. Mas isso só pq não é muito o meu estilo de leitura, creio que muitos irão gostar. Mas as suas fotos ficaram lindas e bem produzidas, parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,
      Pra começar foram as lindas capas que chamaram minha atenção, já vi muita gente que gostou, então minha esperança é que os próximos sejam mais agitados, já que nesse a Lada já começa a amadurecer de qualquer forma.
      Obrigadaaaa

      Beijokas

      Excluir
  4. Oi, Kelly! Não conhecia o livro e fiquei interessada. Me apaixonei pelas capas!!!! Apesar dos pontos negativos que você apontou, acredito que ele aborda temas importantes e por isso acho que vale a pena dar uma chance a leitura!

    ResponderExcluir
  5. Oi Kelly.

    Achei interesse você ter mencionado assuntos como feminismo e homossexualidade,pois são assuntos que desperta minha atenção e não sabia que estavam no livro. Vou adicionar o livro na minha lista de desejados, mesmo sabendo que a história teve um inicio morno. Obrigada pela dica.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, eu achei bem interessante a personagem ter sido inspirada em alguém que realmente existiu e também o fato de os irmãos serem tão diferentes entre si, fico na torcida para que os próximos volumes da trilogia lhe agradem ainda mais.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Após ler a trilogia inteira, realmente acho o primeiro volume mais fraco. A partir do segundo ele se desenvolve. Porém acho importante essa etapa inicial até para nos entendermos como funcionará o mundo. Que pena que ele não se desenvolveu como você queria.
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.