[Resenha] 7 Dias Com Você - Aline Sant' Ana

Oi oi gente, tudo bem com vocês?

Com certeza vocês já passaram pela experiência de estarem aguardando ansiosamente a chegada de um livro, e quando isso acontece, da vontade de abraçar o moço das entregas e sair dançando, tamanha a alegria.

Pois bem, quando 7 dias com você chegou aqui em casa não foi diferente. Por mim eu teria decretado feriado nacional! Hahahahaha

Exagerada? Um pouco, talvez, mas vocês já vão entender o porquê disso. 

Confira a resenha. ;)




Título: 7 Dias Com Você

Autora: Aline Sant' Ana

Série: Viajando com Rockstars - 1

Editora: Editora Charme

Páginas: 380

Ano: 2016
Onde comprar: Editora Charme, Saraiva e Amazon.


Em seu aniversário de vinte e sete anos, Carter McDevitt, o vocalista da banda The M's, vai ganhar o presente mais inesperado possível.
Seus dois melhores amigos e parceiros da banda, Zane e Yan, o colocam em um cruzeiro com o objetivo de fazê-lo esquecer totalmente a ex-mulher que, além de arrasar seu coração, levou metade dos seus bens embora.
Bem, o que o vocalista não espera é que nesse local serão realizadas estranhas fantasias, além de encontrar um fantasma do seu passado.


"Amar precisa ser com o corpo todo, com a alma completa e o coração entregue."


Carter passou por um divórcio difícil, encontra-se com autoestima em baixa e zero inspiração para continuar compondo canções para a banda. Ele sabe que isso é só uma fase, mas infelizmente não consegue ver uma luz no final do túnel, e é ai que Zane e Yan, seus melhores amigos e companheiros de banda entram. 

 Tentando livrar o amigo da situação na qual ele se encontra, os dois preparam uma viagem surpresa como presente de aniversário, prometendo à Carter os melhores 7 dias de sua vida.

É a bordo do Heart on Fire, que Carter vivencia experiências únicas, conhece verdadeiros paraísos naturais e tem seu coração arrebatado por uma garota misteriosa, com os cabelos cor de fogo. 

"Naque segundo, observando-a se deliciar com a bebida alcoólica, percebi que faria o possível e o impossível para ter aquela Fada ao menos uma vez."

Se a luz do dia tudo segue normalmente como um cruzeiro qualquer, durante a noite tudo se transforma, envolvendo os personagens em uma atmosfera mais íntima e sensual, lhes proporcionando experiências que nem mesmo os astros do rock esperavam viver. 

Carter, assim como os seus amigos, é apaixonante e conquista o coração do leitor logo nas primeiras páginas. É fácil compreender sua dor, medos e inseguranças. Dá vontade de colocar no colo e fazer cafuné! Hahahahahahaha. Além do que, ele tem um jeito príncipe, mesmo com suas tatuagens e a "boca suja".

Erin também uma mocinha fofa, dona de si, porém um pouco insegura, devido ao seu passado. Ela também é altruísta e em certo ponto isso passa a prejudicá-la, o que partiu o coração. Com um jeitinho todo delicado, o apelido de Fada não poderia lhe cair melhor! É a bordo do Heart on Fire que grandes coisas acontecem, lhe despertando sensações, emoções e sentimentos dos quais ela não esperava encontrar.

"Eu tinha medo da reação que o homem desconhecido me causava e não de quem ele era. Por algum motivo, ele dava a impressão de que eu estava em segurança."

Por ter uma maior liberdade com a quantidade de páginas para desenvolver a história, Aline faz uma ótima estreia, nos presenteando com uma escrita leve, detalhada e divertida, que se alterna entre o ponto de vista do casal principal, expondo acontecimentos atuais e do passado. 

Ao longo da narrativa tive algumas surpresas. São revelações que vem aos poucos e quando o leitor liga os pontos, o deixa de queixo caído. O livro é bem diferente de todos os livros de rockstar que já li, e em um determinado acontecimento os personagens se mostram reais e humanos, afinal de contas, é uma situação na qual todos estamos sujeitos a viver. 

O livro conta com uma capa linda e uma diagramação super bem trabalhada. No início de cada capítulo há o trechos de música, que se adequam ao capítulo. Como vocês bem sabem, eu adoro ler enquanto ouço uma boa música e nesse quesito, foi um prato cheio. 



Em minhas mãos, o cruzeiro de 7 dias durou apenas três noites e em certos momentos quase interrompi a leitura, apenas porque não queria que acabasse. Foi uma leitura deliciosa, que oferece ao leitor cenas engraçadas, romance, confusões e algumas cenas mais calientes, tudo na medida certa. Sem dúvidas é um livro que recomendo a todos que se interessam pelo gênero. 



Como já disse anteriormente, o livro possui uma playlist própria, mas eu não me contenho, e por isso deixo mais duas sugestões: Talking Body, da Tove Lo e Photograph, do Ed Sheeran

Não podendo ser de outra maneira, dei 5 borboletinhas e favoritei. 
Beijos =)


9 comentários:

  1. Oi Milla, que bom que você gostou da obra, pois não tem coisa mais frustrante que você esperar por algo e quando ele chega e você se decepciona.
    Confesso não curtir a temática a qual o livro aborda, mas creio que para os fãs do gênero, ele será uma ótima leitura.

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  2. Ai gente, que livro mais lindo. Eu estou louca para ler, você devorou em 3 dias?
    Nossa, quero muito descobrir que revelações são essas que nos deixam de queixo caído. Acho que essa história vai me agradar muito.

    ResponderExcluir
  3. Oie.
    Entendo bem, também sinto vontade de abraçar o carteiro quando ele vem! HAHAHA.
    O gênero não faz meu estilo, mas achei interessante por se tratar de uma banda e tal.
    Acho até que eu leria, por curiosidade mesmo. Vai que ele me encanta?
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oi Milla! Estava louca para ler uma resenha deste livro, e já agradeço de imediato!
    Agora que já conheço um pouquinho dele, sei que quero mesmo ler. E pelo visto, 7 dias são pouco tempo mesmo...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. já eu não curti a capa. :v
    na verdade, nunca compro livros com capas nesse estilo, por mais que a história pareça bacana, mas não gosto... e sobre a premissa, nada de novo [ao menos pra mim], me parece roteiro de filme... dessa vez, deixo a dica passar...

    ResponderExcluir
  6. Milla, gostei muito da capa e da história.
    Com certeza te entendo sobre querer decretar feriado nacional.
    É tão bom essa ansiedade que dá.
    Só posso dizer que já estou louca para conhecer Carter.
    Sou louca para ler algum livro da Aline e não me importaria que esse fosse o primeiro.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  7. Oi Milla, com uma capa dessa quem não se apaixona neh... Você sabe que não gosto muito desse gênero, mas a história parece ser muito rica e cheia de entremeios, o que a faz me parecer interessante. Quem sabe eu leio. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Nunca li uma história em que o personagem fosse um roqueiro, mas gostei muito da ideia. Para ser sincera, não é um gênero que eu costume ler seguidamente, mas já havia lido resenhas positivas que me deixaram curiosa. A sua só reforçou o meu interesse.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  9. OI Milla!!
    Hmmm... Não sei se o livro é o tipo de leitura que eu curto, mas certeza que curtiria o carter hahahaha Vou ser a chata que não leria só porque não é mesmo o meu estilo de livro preferido, mas quem sabe um dia não cai nas minhas mãos e eu não tenha como dizer não, neh?!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.