Resenha | Garotas Tristes - Lang Leav

Garotas Tristes || Romance , Drama , Jovem Adulto || Lang Leav || 416 || 2018 || Globo Alt 


Sinopse:
Poético e perturbador, Garotas tristes é um intrigante romance em que amor, segredos e tragédias colidem.
Seu primeiro amor não é a primeira pessoa a quem você dá o coração: é a primeira que o quebra.
O luto toma conta da cidade quando Ana tira a própria vida, mas é Audrey, uma colega de classe pouco próxima da garota, que o sente mais profundamente: uma mentira inventada por ela pode estar por trás do suicídio. Lucy e Candela, suas melhores amigas, ajudam-na a manter a história em segredo, sem saber que a trama toda foi inventada por ela.
Após o ocorrido, a vida das garotas entra numa espiral decadente. Entre os ataques de pânico constantes de Audrey, a nova rotina obscura de Candela e a tentativa de mediação de Lucy, uma amizade até então estruturada começa a ruir. Um novo romance parece ser exatamente o que Audrey precisa, mas o misterioso Rad não pode ser o par ideal. Ou pode?
Enquanto tenta equilibrar um romance inadequado, o começo de uma carreira e o próprio egoísmo, Audrey tem que lidar com as consequências de seus atos: a ansiedade constante e a forma como sua mentira afetou todos ao seu redor.
“Lang Leav ataca nada menos que o amor, em todos os seus aspectos complexos, confusos e esplêndidos.” Elle Magazine
“Incrivelmente poderoso, Garotas tristes é outro livro que o fará pegar a caixinha de lenços.” BUSTLE
“Leav faz parte de uma nova geração de autores best-sellers, elevados a celebridade e com propostas de livros cobiçadas.” The Guardian.

Audrey contou uma mentira, era apenas uma brincadeira, apenas uma mentirinha pra passar o tempo, o problema é que essa mentira se espalhou no vento e uma catástrofe aconteceu, a jovem citada na mentira se matou.

Nas chamas que se apagam e galhos enegrecidos de uma floresta assolada pelo fogo, quem consegue distinguir de onde a primeira faísca saiu?

Audrey, Candela e Lucy são amigas desde sempre, e Ana era amiga de Candela. Quando Audrey contou aquela mentira, não imaginou que a irmã da Candela estivesse atrás da porta ouvindo, e assim como a água segue seu curso, a mentira seguiu seu fluxo.

O livro se inicia no funeral de Ana, depois de presenciar a catástrofe causada pela própria mentira, Audrey começa a sofrer de ansiedade e ataques de pânico, carregar esse segredo é pesado demais, mas para quem ela devia contar? E qual o preço a pagar por essa mentira? E se já não bastasse todo esse drama, Audrey começa a se sentir atraída pela namorado de Ana, como se afastar de alguém que te entende tão bem? E como contar para essa pessoa que você é a razão do seu sofrimento?

Quando vi o título do livro e a sinopse, fiquei curiosa, adoro um bom drama e senti que esse ia me pegar de jeito, mas apesar de ter gostado de algumas partes, na maioria a autora deixou bem a desejar.

Vamos começar pelo ponto de que odeio mentiras, odeio com todas as minhas forças, ou seja, passei o livro todo esperando pela revelação da mentira e pelo preço que seria cobrado por ela, mas nem de longe aconteceu o que eu esperava.

Você não pode seguir pela vida sem machucar as pessoas. Isso é irrealista.

O desenvolvimento da história não convence, os caminhos seguidos pelos personagens parecem fáceis demais, Audrey uma hora é uma estudante cheia de problemas psicológicos, ㅡ que diga-se de passagem não foram abordados com a profundidade que eu esperava ㅡ na outra tem uma carreira incrível e está viajando sozinha por aí, Candela se mete no pior dos mundos e como num passe de mágica tudo se acerta da noite pro dia, sem explicações ou aprofundamento na personagem, sem falar que ela era a amiga da Ana, e seus sentimentos foram deixados de lado a história toda, uma personagem que podia ter rendido muito no enredo, mas que ao meu ver foi negligenciada.

O livro é dividido em duas partes, mas a segunda não faz sentido, apenas trás um ar de calmaria após passar a metade do livro esperando pela revelação da mentira.

Apesar do livro ter uma capa fofa e uma sinopse bem convidativa, ao meu ver, poderia ter sido mais bem trabalhado, os temas poderiam ter sido debatidos com ênfase dando um ar sério a obra, e tornando-a uma grande obra instrutiva para o público adolescente.

Apesar de tudo isso, a narrativa é fluida, e em nenhum momento desejei abandonar a leitura, só não fiquei tão satisfeita quanto imaginei que ficaria. Ainda sim você pode gostar, afinal vi varias resenhas positivas da obra.




10 comentários:

  1. Olá, ao contrário de você não gostei da capa e se dependesse dela não leria o livro, rs.
    Honestamente, não curto dramas e pelo que você relatou, pela obra não ter se desenvolvido como se esperava acho não é o meu tipo de livro/leitura.
    Abraços,
    Andy -Blog StarBooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andy,
      hahaha ela é atrativa vai .... eu curto um draminha de vez em quando, mas esse não fluiu do jeito que eu esperava não.

      Beijokas

      Excluir
  2. Apesar do fundo azul remeter à idéia de tristeza , fiquei triste em saber que uma premissa bem interessante não foi aproveitada e se tornou superficial.
    Por outro lado ,não confio em unanimadade.Sendo assim é interrestante que alguém mostre os pontos fracos de uma obra muito bem comentada.
    Torna o livro mais interessante.
    Com pontos fortes e fracos, como todos devem ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi,
      Adorei, isso mesmo, não deixe de ler só porque ele não me agradou, mas por favor depois que ler vem conversar comigo, quero muito saber sua opinião sobre a obra.

      Beijokas

      Excluir
  3. Bom, um livro que aborda problemas psicológicos superficialmente já me incomoda muito, aí tem a segunda parte do livro que não faz sentido... Decididamente ele não é para mim.
    Parabéns pela opinião sincera.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tania,
      Também me incomoda, talvez seja por isso que não fluiu do jeito que eu esperava.

      Beijokas

      Excluir
  4. O livro tem um enredo super interessante e é uma pena que ele não tenha sido bem trabalhado.

    Adorei ler a sua opinião, confesso que irei repensar se ainda quero ler esse livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mara,
      Ele tem mesmo uma ideia genial, uma pena ela não ter aproveitado e feito A história. Repensa não hahaha lê pra gente discutir depois.

      Beijokas

      Excluir
  5. Olá!

    Gostei da sua sinceridade na resenha. Uma pena que o livro não tenha te convencido e que a segunda parte não fez sentido. Queria muito ler esse livro, mas talvez em outra hora.

    Beijos,
    www.psamoleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie,
      Obrigada, eu realmente não me conectei, mas pode ser que funcione com você! Se ler vê conversar comigo.

      Beijokas

      Excluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.