[Resenha] Literalmente - Lucy Keating

Literalmente || YA || Lucy Keating || 208 || 2018 || Globo Alt 

Sinopse:
E SE A VIDA PERFEITA JÁ ESTIVESSE ESCRITA PARA VOCÊ?
Annabelle leva uma vida perfeitamente sob controle. Ela tem amigos, segue sua rotina à risca, está prestes a se formar e mora com os pais e o irmão mais velho em uma casa que ama.
Mas as coisas começam a fugir do controle quando Lucy Keating, autora best-seller de livros juvenis, vai à sua escola falar sobre seu novo romance e, curiosamente, passa a descrever a vida de Annabelle.
Logo fica claro que Annabelle é a mais nova protagonista da história de Lucy e, de súbito, o relacionamento de seus pais não parece mais tão perfeito, a casa que tanto ama corre sérios riscos de ser vendida, Will — um aluno transferido que parece literalmente feito para ela — não é mais tão interessante e Elliot, o melhor amigo de seu irmão, passa a ser algo mais que apenas um coadjuvante em sua história.
Lucy Keating pode ter um plano para ela. Mas Annabelle está disposta a escrever sua própria história.

E Lucy Keating volta com tudo com um novo enredo totalmente diferente do que estamos acostumados, em Literalmente, ela não só nos introduz na vida de uma personagem, como também nos mostra o que pode acontecer dentro da cabeça de um autor, vem comigo que eu explico no caminho.

Annabelle é uma adolescente que gosta de tudo certo e programado nos mínimos detalhes, ter as coisas no controle a deixa extremamente feliz, sua vida é administrada por canetas coloridas e post’its, organização e controle são seus sobrenomes. E tudo está perfeito, até sua família é perfeita, ela mora com o irmão, a mãe, o pai e Napoleão, o demônio em forma de cachorro, tudo lindo e tudo normal.


Você não pode passar a vida sempre se preocupando com dez passos à frente. Não pode esperar que nada real ou incrível aconteça com você se não arriscar.


Mas seu castelo está prestes a desmoronar, depois de anos de casados seus pais decidem que vão se separar, dar um tempo na relação, e que a casa dos sonhos onde eles moram será vendida, prestes a terminar o ensino médio e ir para a faculdade AB ( como é chamada ), descobre que sua vida não será mais a mesma, e essa alteração na organização pode causar muita bagunça na sua cabeça cheia de TOC.

Mas tudo piora quando na aula de Literatura e escrita, AB conhece a grande autora de Best Sellers Luca Keating, a mesma afirma estar escrevendo sua história que se parece muito com o que AB está vivendo, e falando com a autora pessoalmente ela descobre que sim, ela é a história de Lucy. é nesse momento que ela deixa de ser dona das suas escolhas para ser um fantoche na mão de outra pessoa, mas isso não é o que AB deseja, ela quer ter o direito de tomar suas decisões, principalmente aquela onde ela escolhe namorar Will o garoto perfeito que foi escrito para ela ou Elliot, o amigo mala do seu irmão.

A ideia do enredo é bacana, diferente de tudo que já vi na literatura, e depois de passar tanto tempo ouvindo os autores dizer que seus personagens conversam e interagem com eles, é até uma forma bacana de adentrar o mundo daqueles que são nossos heróis, porém o enredo da Lucy não me cativou. 

AB é bem organizada, e apesar de achar louvável o fato dela querer mandar na própria vida, grande parte de suas atitudes é movida pela alma mimada da protagonista, porque ela é mimada ao extremo. Os dois personagens masculinos incluídos na história são extremos opostos, Will é tão doce e perfeito que chega a ser sem sal, eu no lugar de AB também não ficaria com ele kkkkk e o outro, é enrolado e meio Bad boy, nada perfeito ou compreensivo.


Eu tinha tudo sobre controle. E agora eu não sei de mais nada. Não sei o que é real.

Apesar da história ser divertida e até gostosinha, muita coisa não me convenceu e confesso que fiquei bem confusa no decorrer do enredo! Meu cérebro de leitor não conseguiu entender a pegada escritor x personagem e toda essa interação, ainda sim é um YA bem gostosinho de ler.

Literalmente é uma história que flui bem, uma escrita leve e personagens divertidos e aposto que se você for autor, vai gostar muito mais do enredo do que eu, e até compreendê-lo melhor. Esse é o segundo livro da autora lançado aqui no Brasil pela Globo Alt,. 

Para quem gosta de romances divertidos e sem muitos dramas, Literalmente é a pedida certa, com uma capa fofa e uma diagramação simples, literalmente é um ótimo livro para jovens.


19 comentários:

  1. OI Kelly!
    Saudades de vir aqui!
    Que lindo que está o seu layout!! Parabéns, seu blog ta muito lindinho!! <3 <3

    Olha, não conheço a autora e não é bem o tipo de romance que eu leio, quando quero ler romance, quero os cheios de DRAMA, muito sofrimento ahuahuah E você diz que ele não tem muito, neh?!
    Não que eu dispensaria a leitura se viesse parar na minha mão, mas sei que não seria um livro que pularia a fila!!
    Beijosss!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Lu!!
      Seja bem vinda de volta hahahaha, ficou um amorzinho né? Estou apaixonada por ele hahahaha, obrigada por passar por aqui, e sim, definitivamente ele não faz seu estilo, apesar de ser gostosinho não tem nada de drama intenso hahahah.

      Beijokas

      Excluir
  2. Oi! Tinha até achado a premissa legal, mas você disse que achou a história um pouco confusa! E bom, fui lendo e achando também meio sem pé nem cabeça, essa autora no livro tá escrevendo a vida da menina, mas como, ela observa, espiona ou tem sei lá, um jeito de saber das coisas que acontecem? Tô sem entender também! E a protagonista ser mimada e controladora ao extremo também não ajuda né! E a premissa é tão boa! Enfim, agradeço pela dica!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Line,
      hahahahah então? Confuso demais, ela saber que está na história, seus amigos saberem que estão na história e toda essa confusão, acho que só um autor explica hahahah

      Excluir
  3. Olá Kelly, como está?
    Gostei da sua resenha, até eu fiquei meio perdida com a explicação do enrendo. rsrs Mas parece se um livro bom, achei interessante a parte que fala da personagem ter TOC, porque esse é um tema pouco usado pelo autores, e sabemos que muitas pessoas sofrem com isso.
    bjs
    Sue *https://culturapocket.blogspot.com/*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gon,
      Bem e você? Confesso que ela não lida taaanto com o assunto, é mais aquele negócio de ter tudo sobre controle e organizado mesmo, nada que explique e exemplifique a doença em si.

      Excluir
  4. Oi Kelly

    Amei sua resenha. Estou precisando de romances divertidos para adicionar na minha lista e como não conhecia este livro tudo parece que vou adorar a história. Só espero não ficar confusa no decorrer do enredo também. Obrigada pela dica, está anotada na minha lista de desejados.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kê,
      Acho que não vai hahahahaha, é só que as coisas são meio sem explicação, mas acho que só um autor entende essa interação mesmo hahaha, espero que goste da leitura.

      Excluir
  5. Oi Kelly tudo bem? Não conhecia a autora, mas a capa me chamou a atenção super descontraída e jovem, leria o livro só pela capa kkk, apesar de você achar um pouco confusa o enredo, fiquei curiosa em saber como AB, consegue comportar mesmo com seus problemas de TOC. Parabéns pela resenha e sua sinceridade, bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris,
      A capa é super fofa mesmo, e atraí bastante a atenção, o livro não lida com o TOC, que é mais uma forma de expressar a extrema organização da protagonista no enredo, é mais sobre poder fazer suas escolhas.

      Excluir
  6. Oi Kelly! Eu namorei muito esse livro na bienal, de verdade, fiquei até um pouquinho chateada por não ter comprado ele, mas agora pela sua resenha nem estou tão brava assim, eu certamente iria me irritar com essa personagem mimada e abandonaria a leitura, valeu pela resenha sincera!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Day,
      hahahahaha que bom então, ser sincera sempre por aqui, mas acho que no final você ia acabar terminando só pra saber com quem e como ela termina o enredo.

      Excluir
  7. Oi Kelly,
    A proposta do livro é bem promissora e é uma pena que ela não tenha te convencido, pois fiquei curiosa para saber o que acontece nesse livro e como ele retrata a questão da construção de personagens. Espero que, quando surgir a oportunidade de ler, eu não me decepcione.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru,
      Sim o enredo é bem bacana e tinha tudo para ser surpreendente, mas apesar disso é mais ponto de vista da menina que descobre que não passa de um personagem e que quer ser dona das próprias decisões, mas lê sim e me conta, precisando de alguém para debater sobre ele.

      Excluir
  8. Gostei muito da sua resenha e da sua sinceridade. Ainda não conhecia o livro e nem a autora. Fiquei um pouco confuso com a temática do livro, mas também curioso para saber como a história irá se desenvolver. Dica anotada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee,
      Obrigada, a história tem uma premissa diferente, espero que goste da leitura.

      Excluir
  9. Que pena que a história fica confusa e não te convenceu, a ideia é muito legal e diferente, realmente.
    Beijos
    Mari

    ResponderExcluir
  10. Oiii, já tinha visto esse livro por aí, mas não me interessei por ele, lendo sua resenha e os pontos que você levantou permaneço com a mesma opinião. Mesmo sendo uma história diferente, não me cativou!

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.