[Resenha] A Assombração da Casa da Colina - Shirley Jackson

A Assombração da Casa da Colina || Terror , Thriller Psicológico , Clássico || Shirley Jackson || 240 || 2018 || Suma || Resenha postada originalmente no blog Quem lê, Sabe porque.

Sinopse:
Considerada uma das melhores histórias de terror do século XX, a A Assombração da Casa da Colina promete calafrios aos seus leitores. Vista por mestres como Stephen King e Neil Gaiman como a rainha do terror, Shirley Jackson entrega um livro perturbador sobre a relação entre a loucura e o sobrenatural.

Sozinha no mundo, Eleanor fica encantada ao receber uma carta do dr. Montague convidando-a para passar um tempo na Casa da Colina, um local conhecido por suas manifestações fantasmagóricas. O mesmo convite é feito a Theodora, uma alma artística e “sensitiva”, e a Luke, o herdeiro da mansão.

Mas o que começa como uma exploração bem-humorada de um mito inocente se transforma em uma viagem para os piores pesadelos de seus moradores. Com o tempo, fica cada vez mais claro que a vida, e a sanidade, de todos está em risco.


S
 eguindo a meta de ler mais clássicos esse ano, consegui incluir mais um na lista, nossa próxima aventura é A Assombração da Casa da Colina, um livro bem antigo, de uma autora que só teve seu sucesso reconhecido depois de falecida, suas obras são admiradas pelo mundo todo além de terem sido inspirações para grandes autores como Stephen King.


Nenhum ser vivo consegue viver durante muito tempo sob condições de realidade absoluta, sem perder a sanidade.


Dr Montague está ansioso por iniciar sua pesquisa na Assombrosa Casa da Colina, uma mansão abandonada em um local esquecido por Deus que carrega seus mitos e suas lendas e é mau vista pela vizinhança, buscando aprofundar sua pesquisa e fazê-la a mais real impossível, ele resolve convidar mais três hospedes, buscando pessoas que tenham tido em algum momento na vida, contato com o sobrenatural, e assim conheceremos Theodora e Eleonor, Luke apesar de comparecer a excursão, só está na casa como exigência da dona da casa, já que o mesmo é o herdeiro da mesma.

Após aceitar o convite do Dr. cada um por seu motivo pessoal, todos se encaminham para a casa em busca da tal aventura e de descobrir o que um Dr renomado e desconhecido tem em mente para os mesmos nessa estadia. E tudo poderia ser tranquilo, a casa apesar de não ser perfeita era confortável, e na primeira noite tudo correu bem, mas aos poucos coisas estranhas vão acontecendo, e já não dá mais para saber o que é real e o que é sobrenatural.

Cada personagem possui uma personalidade distinta, Eleanor, carente de corpo e alma, vive num limbo, depois de passar anos cuidando da mãe doente, quando a mesma falece ela se vê morando no quartinho dos fundos da irmã sem nada que possa dizer ser seu, partir nessa aventura é uma grande passo de autonomia; Theodora mulher estudiosa, forte e sedutora aceita o convite do Dr, buscando se afastar da amiga com a qual acabou de brigar e Luke, trapaceiro e enrolador, é enviado para casa como forma de castigo e lição, sua tia espera que um dia ele vire um bom homem.

A assombração da casa da colina não é de longe parecido com os terrores que conhecemos hoje, fantasmas e bonecos assassinos não serão encontrados aqui, então se pretende se aventurar na leitura, a primeira dica é: Se abra a novos tipos de terror. O livro é delicado não só pela edição, mas pela preciosidade imposta em palavras, Shirley possui um estilo de narrativa glamourosa que transforma até os momentos mais enfadonhos em poema.

A escrita apesar de leve é bem confusa, característica do estilo terror psicológico, aqui o medo se torna o protagonista. Diálogos confuso podem ocorrer na narrativa, levando o leitor há uma espiral de momentos confusos, sem saber onde começa ou onde termina o diálogo imposto pelos personagens, e melhor ainda aonde começou.

O livro foi lançado inicialmente em 1959 e desde então vem sendo referência no mundo do terror, e não é para menos, quando uma autora consegue confundir o leitor ao ponto dele não saber o que é real e o que é fantasia, ela realmente fez por merecer o renome que lhe foi designado. Shirley foi de suma importância no ramo do Terror, mostrando a capacidade da mulher de se adaptar e ser aquilo que deseja, afinal naquela época, escrever terror era considerada uma coisa para homens. Ganhadora de vários prêmios da literatura como o Edgar Award, Shirley é referência no gênero.

Já existem atualmente dois filmes baseados na obra literária: Desafio do Além (1963) e A casa amaldiçoada (1999). A Netflix está produzindo uma série baseada no livro, mas a mesma ainda se encontra sem data de lançamento.

Um livro de terror psicológico narrado em terceira pessoa, que leva o leitor ao êxtase e a confusão, com uma capa linda e uma edição digna de colecionador, a Suma nos banqueteia com esse exemplar que merece estar na estante dos apreciadores de um bom terror.


20 comentários:

  1. Que foto linda!
    Eu ainda não li este livro, mas quero nessa edição linda.
    Amo o gênero literário e me sinto mal de ainda não ter me jogado nessa história, pois a grande maioria dos autores que eu curso já a uso de referência.
    Amei a resenha

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clayci, obrigadaaaaa ganhei o dia hahaha, essa foi a foto mais difícil de achar elementos hahahah, o livro pe bom, mas precisa ser lido com a mente aberta e sempre lembrando que o terror daquela década é diferente do nosso terror hoje em dia, mas ainda sim vale à pena ler e conhecer a escrita da autora, aposto que vai adorar.

      Beijokas

      Excluir
  2. Que resenha maravilhosa! Não conhecia a obra, mas me senti intrigada pra conhecer. Li apenas três livros de terror/suspense em toda minha vida e todos eles pareciam tender para o mesmo lado. Bom saber que estão lançando novos tipos de terror, dar uma mudada nos ares.... Vou deixar essa dica anotada ^^

    Xoxo,
    Abby
    Blog Linhas Tortas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Abby,
      Que bom que gostou, obrigada. Também não li muito terror, mas estou começando aos poucos hahahaha, e esse na verdade não é um novo, mas um bem velho terror relançado hahahaha

      Excluir
  3. Olá.

    O gênero não é algo que eu estou acostumada, porém sua resenha me despertou interesse (sem contar essa edição maravilhosa da Suma!). Confesso que também não sabia das adaptações baseadas neste livro. Menina! Agora quero assistir também hahaha. Adorei!

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahah, a edição está linda mesmo.
      Eu também não sabia das adaptações de cinema e fiquei cheia de vontade de assistir hahaha, e apesar de não ser o meu gênero, estou me arriscando aos poucos.

      Excluir
  4. Eu não sabia que o livro havia sido lançado a tanto tempo, que doidera! Acho essa ediçao lindíssima e apesar de ser um gênero que procuro passar longe, sua resenha me deixou bastante curiosa, desse modo, já anotei a dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Day,
      Hahahaha clássicão perdido no tempo, muita loucura né? Mas é bem diferente do que estamos acostumados.

      Excluir
  5. Oi, tudo bom?
    Eu já vi esse livro por aí, mas nunca dei muita atenção a ele por se tratar de um gênero do qual eu não gosto. No entanto, eu não sabia que era um clássico. A leitura parece ter sido bem interessante e eu fiquei bem curiosa com a leitura, quem sabe eu saio da minha zona de conforto literária e dou uma chance para o livro.

    Beijos
    https://www.manuscritoliterario.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bell,
      Esse também não é meu tipo de leitura, mas confesso que gostei, bem diferente, ainda mais por ser tão antigo. Acho que pode gostar.

      Excluir
  6. Oi, Kelly. Eu li esse livro semana passada e adorei a leitura ,agora eu estou muito curiosa com o filme e já quero ver a série na Netflix. Adorei a sua resenha e a ver como foi a leitura para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bea,
      Que bacana, e o que achou? Vou lá dar uma olhada, também estou ansiosa pela série, vai ser interessante ver a história de outra forma, acho que visualmente sempre fica mais claro os pontos de vista.

      Excluir
  7. Oi Kelly.

    Estou bem curiosa para conferir essa história, especialmente quando se trata de abrir a mente para o terror psicológico. Com certeza é uma leitura que quero conferir, pois você mostrou que é bem interessante. Obrigada pela dica.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kênia,
      De nada haha, espero que goste da leitura, eu abri para os clássicos e confesso que não têm sido fácil sair da zona de conforto, mas ainda sim têm sido gratificante.

      Excluir
  8. Olá, tudo bem?

    Eu não conhecia esse livro e depois dessa resenha posso garantir que estou bem curiosa para conhecer, não gostei muito da parte de ser leve, porém confusa. Gosto de coisas mais diretas, mas vou "experimentar" para tirar minhas conclusões...

    bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bel,
      Hahahah a escrita é leve, mas o contexto e o enredo é bem pesado hahaha, a forma como as coisas vão acontecendo e se misturando é bem interessante, acho que você vai gostar sim.

      Excluir
  9. Olá Kelly,
    Gosto muito desse estilo de obra e fiquei muito contente por não ser o que estamos habituados a ler, pois é legal ver como o terror funciona.
    Sinceramente, achei interessante você ter destacado que o livro conta com uma narrativa confusa, pois é essencial para o gênero. Não sabia que o livro contava com duas adaptações. Vou anotar a dica do livro e dos filmes, pois tenho certeza que vão me encantar!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru,
      Sim, vi várias críticas negativas, mas acho que esqueceram de pontuar que o livro é bem antigo, e que naquela época o terror era diferente de hoje, e acredito que a narrativa confusa era o Êxtase, uma forma de deixar o leitor confuso e perdido junto com os personagens sem saber o que virá a seguir.
      Aposto que você vai adorar a leitura.

      Excluir
  10. Olá!
    ADORO livros de misterio e terror, no entanto, nunca li nada da autora. Mas, se tem o aval de Stephen King e Neil Gailman, já me sinto tentada em mergulhar nessa obra sem pestanejar.
    Anotado a dica!
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nizete,
      Pode mergulhar de cabeça, só não esqueça que é um terror diferente do terror de hoje em dia, com isso em mente aprecie a leitura.

      Excluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.