[Resenha] O Menino do Pijama Listrado - John Boyne e Oliver Jeffers


O Menino do Pijama Listrado || Drama , Ficção || Jhon Boyne e Oliver Jeffers || 320 || 2017 || Seguinte


Sinopse:
Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável. Esta edição de luxo, que comemora os dez anos de lançamento da obra, traz uma introdução inédita do autor e ilustrações do premiado artista Oliver Jeffers.



L

i o menino do pijama listrado há muitos anos atrás, quando apareceu a oportunidade de solicitar a obra em nova edição, não pensei duas vezes, ele seria mais uma releitura de 2017.

Quem ainda não conheceu essa obra seja pelo livro ou pelo filme está perdendo e muito, se você é um desses não perca tempo e vá atrás do seu exemplar pois garanto, vale muito a pena.

(...) só porque um homem olha para o céu á noite, isso não faz dele um astrônomo, sabia?

Bruno é um garoto de 9 anos que mora em Berlim com sua família, e tudo parece bem tranquilo até que ao chegar da escola um belo dia suas malas estão sendo organizaras. Seu pai ganhou uma promoção e toda a família está de mudança.

Logo quando chega a casa nova, Bruno já a detesta, não só por ela ser bem menor e menos atrativa que sua casa em Berlim, mas porque não há ninguém para brincar e o número de soldados aqui é bem maior, além do fato deles estarem ali todos os dias. Mas algo chama a atenção do menino, da janela do seu quarto é possível ver um terreno enorme repleto de pessoas que passam o dia vestido de pijamas, logo a curiosidade de Bruno vence e ele parte em expedição de reconhecimento de área, e assim ele conhece Shmuel, um menino de 9 anos que nasceu no mesmo dia que o Bruno, mas que está do outro lado da cerca.

Logo uma amizade amizade perigosa nasce, mas para Bruno e Shmuel não há nada demais entre eles, há não ser o fato de a cerca impedir suas brincadeiras.

Após finalizar a releitura, consigo perceber o quanto eu era imatura na época em que li o menino do pijama listrado pela primeira vez, eu não me recordava direito dos fatos e perceber a inoscencia de Bruno é com certeza um dos pontos mais altos do enredo.




Apesar de ser filho de um comandante, aos olhos do menino seu pai é um homem bom, e nem passa por sua cabeça as atrocidades que acontecem do outro lado da cerca, o quanto Shmuel sofre e o quanto sua vida é miserável, ao mesmo tempo em que Bruno é um menino esperto ele também pode ser ignorante para coisas que não entende, e no final quem não o é?

Talvez essa seja a mensagem central de Jhon Boyne? A inoscencia por trás da ignorância, já que ao mesmo tempo que Bruno não entende as coisas Shmuel sabe de tudo e se mantém e silêncio.

A amizade dos dois é linda e cativante, os pensamentos de Bruno são puros e altruístas, e por mais que em alguns momentos ele pareça um menino mimado e grosseiro, a visão se torna diferente quando comparada a Shmuel, tão sofrido e humilde.

O livro é narrado em primeira pessoa, mas em nenhum momento a narrativa se torna adulta, Jhon faz questão de deixar claro que as palavras e a forma de pensar são do garoto e o faz com maestria! A edição da Cia está impecável, um exemplar que promete conquistar os colecionadores de boas obras literárias. Com ilustrações lindas de Olivier Jeffers o livro possui uma composição perfeita e marcante.

Uma história que me marcou a 10 anos atrás e que me marcará por mais dez anos à frente! Um livro lindo, sensível e com uma lição incrível sobre inocência e amizade. 





18 comentários:

  1. Oi Kelly, adorei seu blog e estou seguindo.

    Nunca li O menino de pijama listrado mas assisti ao filme, a história é emocionante e contada de forma muito sensível.
    Do autor já li Pálacio de inverno e gostei achei a escrita dele muito boa e envolvente.

    BEijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pri!!!
      Obrigada e seja bem vinda!
      Eu li o menino do pijama listrado antes de assistir? E aí reli pq acho uma história linda com toda sua inocência. Adoro a escrita do autor, já li varios que acredito que vai gostar.

      Beijokas

      Excluir
  2. Preciso ler esse livro, até hoje não li nem vi o filme, (vergonha na cara? Não tenho. Rs)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara!
      Kkkkkkkkkk precisa mesmo! Pra ontem né? Já fazem dez anos de publicação kkkk

      Excluir
  3. Nossa, este livro é maravilhoso eu super recomendo ele. O livro nos faz chorar e depois assitir o filme nos deixa mais tristes ainda, o final é triste mas me pareceu necessário ser daquele jeito. Eu não mudaria nada no livro, ele nos trás para tempos antigos quando tudo não passava da guerra. Juntar estes dois meninos tão distintos foi fascinante, sou judia e adorei demais o livro. Ótima resenha ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ssweet!
      Obrigada! Eu amo muito esse livro é também não mudaria nada! A inoscencia de um somada ao sofrimento do outro pintam uma linda obra.

      Excluir
  4. Olá!

    Estou louca de vontade de ler essa maravilha, mas ainda não tive a oportunidade, acredita?! Sim, é um livro lindo, e essa nova capa da Seguinte está tão, mas tão maravilhosa!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kamis!
      Como assim? Precisa ler kkkkkkk está linda mesmo, e as ilustrações deram um toque especial a leitura!!

      Excluir
  5. Oie!
    Ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas fiquei bem curiosa para conferir. Ainda mais por se tratar de uma história tão marcante assim. Com certeza, vou me emocionar muito com essa leitura.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla,
      O livro é lindo, leia sim. Você vai amar o enredo! Bruno é apaixonante.

      Excluir
  6. Oi, tudo bom?
    EU ACHEI INCRÍVEL TRAZER ESTE LIVRO EM HQ! Amo muito essa história, na época que li lembro-me de ter ficado encantado com a leitura, é realmente apaixonante. Pelo visto, a editora trabalhou muito bem na edição <3 Adorei demais a capa!

    Abraços,
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luan!
      A edição ficou incrível mesmo, e se a história já era linda sem ilustrações ficou ainda mais fofa!!

      Excluir
  7. Olá! Eu tenho o livro, que se encontra na estante há tempos me aguardando e eu não sei porque, pois amo o autor. Deve ser realmente muito bonito acompanhar essa amizade que se desenvolve apesar da cerca e de todas as coisas que eles não podem fazer por estarem literalmente "de lados diversos". A narração em primeira pessoa por uma criança, típica do autor, realmente só tem a trazer toda a originalidade à obra. As ilustrações devem ser um show à parte no livro. Me encantei pela edição!
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karla,
      Também tenho vários livros do autor, tantos já lidos e outros na lista para ler, acho o Jhon muito dinâmico, seus livros sempre possuem contextos diferentes e ainda sim me tocam na mesma proporção. Um dos autores favoritos da vida com certeza.

      Excluir
  8. Fiz essa leitura há uns dois anos e nossa... sofri demais com o final! Lembro ainda de cada detalhe do livro, os diálogos... a inocência dos personagens, a sequência de acontecimentos tão tocantes! Mas mesmo tento a história viva na minha cabeça fiquei bem empolgada para reler também, e quem sabe nessa nova edição maravilhosa *-*

    Adorei a resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi!
      Eu li há dez anos atrás kkkk acho que já estou velinha, naquela época, apesar de não ter a mesma maturidade, lembro que ele me tocou imensamente e fiquei dias pensando na história, então resolvi reler para ver se sentiria a mesma coisa, e foi igualmente dolorido, mas ainda sim uma leitura linda!
      Leia sim, essa edição esta perfeita.

      Excluir
  9. Olá,

    Confesso que ainda não fiz a leitura da obra, mas já assisti ao filme e a história é de total interesse meu. Eu não estava sabendo dessa nova edição, por isso, pretendo adquirir os dois exemplares e fazer uma comparação! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      O filme é lindo, e confesso que foi uma adaptação bem parecida com a obra, então não perdeu muito, mas ainda a leitura nunca se compara, então leia sim, acredito que você amar, e as duas edições são lindas, cada uma com particularidade, seja a capa em material áspero da primeira ou a capa dura do segundo. Os dois valem um cantinho na estante.

      Excluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.