Esposa Perfeita #08 || Karin Slaughter


Esposa Perfeita Livro 08 || Will Trent #08 || Policial , Suspense e Mistério , Crime || Karin Slaughter || 464 || 2017 || HaperCollins Brasil 
 


Sinopse:

Com a descoberta de um corpo de um ex-policial em um canteiro de obras, o detetive Will Trent é chamado para resolver um caso muito perigoso. Ao analisar o cadáver, Sara Linton – nova investigadora forense e amante de Will – nota que parte do sangue do presente na cena do crime é de outra pessoa. Há uma outra vítima: uma mulher, que desapareceu... E que vai morrer se não for encontrada logo.
Para piorar, o terreno pertence a um atleta rico, poderosos, com amigos no Congresso e um dos advogados mais inescrupulosos que existem. Um homem que já escapou de acusações de estupro, apesar dos esforços de Will para colocá-lo na cadeia.
Mas o pior ainda está por vir. Evidências conectam o passado turbulento de Will com o crime... E as consequências vão despedaçar sua vida, colocando Will em conflito com todos ao seu redor, incluindo seus colegas de trabalho, sua família, seus amigos e, acima de tudo, o suspeito que ele tanta procura: sua ex-mulher.



A equipe de Will foi chamada para mais uma investigação, o corpo de um policial foi encontrado em um terreno abandonado, a cena está terrível, há muito sangue e o policial era um conhecido, apesar de não ser famoso por fazer o bem.

No meio da investigação Sarah descobre que aquele sangue todo não é apenas do policial, existe mais uma vítima e se a mesma não morreu, está bem perto de chegar a óbito, o problema é que a vítima é Angie a ex-esposa de Will. Começa então uma busca desenfreada por pistas e por Angie, esteja ela viva ou não.


Procuramos conforto nas mesmas pessoas que nos machucam.


Se você leu os livros anteriores, conhece um pouco da história do Will e da Angie, mas se não leu, não se preocupe, nesse volume a autora faz um belo mergulho no passado e nos apresenta muito dessa relação conturbada. Apesar do sangue o crime apresentado aqui é quase que descartado, Karin vai nos mostrar o que abusos na infância podem fazer as pessoas e como isso afeta drasticamente e molda um adulto.
 
Tanto Angie quanto Will foram abusados e maltratados quando crianças, criados em orfanato eles passaram muito tempo tendo apenas um ao outro, o que não serve de muito consolo já que Angie é inescrupulosa e fria, mas conhecer seu passado meio que justifica a mulher dura e cruel que ela se tornou.

Angie é uma vaca em todos os sentidos da palavra, manipuladora a cruel ao extremo sempre tratou Will como lixo, acredita ser dona dele, mas diante dos abusos que o próprio Will sofreu na sua infância, ele não consegue se desligar e isso vai abalar sua relação com a Sarah.

Apesar de conhecer os abusos pelos quais Will passou, em muitos momentos quis dar um chacoalhada nele, ele passa o livro vidrado em achar a cretina da ex-esposa e acaba afetando a relação saudável que ele estava criando com Sarah, os mistérios envolvidos no assassinato são gigantescos, e a trama vira uma perseguição de gato e rato, Angie não quer ser achada e Will precisa de um corpo pra finalizar esse capítulo da sua vida.

Com um tema pesado e bem atual, Karin nos mostra mais um tipo de abuso que mulheres sofrem no seu dia a dia e nos apresenta personagens quebrados e cheios de cicatrizes que talvez nem o tempo seja capaz de curar. A equipe de Will como sempre são perfeitas em suas atitudes, e compõe time de força e poder feminino arrebatador. Karin mais uma vez me encanta e me carrega por cenas de crimes e mistérios me enganando e me encantando na mesma proporção.
 
 


 



Postar um comentário

0 Comentários