A Criatura || Andrew Pyper

A Criatura || Suspense e Mistério , Terror , Drama || Andrew Pyper || 304 || 2020 || DarksideBooks 

Sinopse:
A história se inicia quando a dra. Lily Dominick, uma psiquiatra forense, precisa avaliar a sanidade de um criminoso. Só que este não é o típico psicopata com quem ela está acostumada a lidar. Há algo diferente neste homem. Algo mágico, sinistro e íntimo, que, de alguma maneira, parece conectado com sua infância, no Alasca. Quando tinha apenas seis anos, sua mãe morreu de forma brutal e misteriosa. Ao contrário do que concluiu a polícia na época, ela sabe que o responsável não foi um urso faminto. Entre lembranças imprecisas e pesadelos constantes, Lily esconde uma certeza: quem matou sua mãe foi... um monstro real.
Com dois protagonistas que vivem a dinâmica combativa e fascinante de Clarice Starling e Hannibal Lecter em O Silêncio dos Inocentes, A Criatura envereda o leitor por um manicômio abandonado em Budapeste, um teatro vazio no West End de Londres e até mesmo uma cela subterrânea na Romênia. Tudo isso numa narrativa que não deixa o leitor largar o livro por nada — nem ao menos um monstro — nesse mundo.
Prepare-se para devorar mais este romance soturno de Andrew Pyper, uma das grandes revelações da literatura dark contemporânea. O autor, presente em diversas listas de mais vendidos pelo mundo, foi consagrado pelos darksiders e se tornou o primeiro autor best-seller da DarkSide® Books, com o livro O Demonologista.

Depois de 2 anos de espera, eis que enfim chega o tão esperado Livro de Andrew Pyper e obvio que ia furar fila.

A Dra. Lilian Dominick ficou órfã muito cedo, quando tinha seis anos sua mãe foi brutalmente assassinada, mas apesar da investigação apontar para um urso, ela tem certeza de quê, o que a matou não era um animal nem um humano, era um monstro! Mas devido a sua idade quem iria acreditar em uma criança? Todos acharam que fosse sua imaginação tentando fantasiar um acontecimento tão perturbador.

Os anos passam, e Lilian se transforma em uma Psicóloga Criminal que vive para o seu trabalho e que está acostumada a lidar com todo tipo de mentes. e como psicóloga criminal ela sabe que monstros não existem, que são apenas humanos fazendo atrocidades, até que ela conhece um criminoso totalmente diferente dos que ela já atendeu.

Ela pensa nele dessa maneira, como um monstro, porque ela sabe que não era um urso. Porque ursos não batem antes de entrar. Porque a diferença entre animais e pessoas é que animais não cometem assassinatos, eles caçam. Porque ela o viu.

Seu novo cliente é misterioso, sedutor e acima de tudo completamente diferente de tudo que já viu, seu crime cometido a sangue frio e sem motivo aparente o leva até ela, e ele assume estar ali por causa dela, ele sabe o que matou sua mãe, ele sabe o que ela é, mas ele precisa lhe mostrar.

E é assim que a Dra abandona tudo em busca de respostas do seu passado. Numa viagem intensa por lugares históricos, Lilian descobrirá que existem monstros, e que sua existência está fortemente ligada a eles.

A história criada por Pyper é envolvente e possui um magnetismo fantástico, quanto mais você descobre dos personagens mais fica curioso, com uma trama cheia de suspense e mistério, vamos descobrindo o passado da protagonista aos poucos, e assim vamos destrinchando a história da criação do monstro e sua ligação com as maiores histórias de monstros do mundo.

Pyper criou um personagem que unifica todos os grandes clássicos que conhecemos em um só, nos apresentando um pouco de cada obra através do seu próprio monstro. Mas será que monstros existem apenas nos livros? Ou qualquer um pode ser um monstro? Um questionamento que é jogado no ar e te faz refletir do começo ao fim da trama!

Mas apesar de toda a magia, possuo minhas ressalvas, já começo no ponto de que como, em nome de Deus a mulher larga tudo e vai atrás de um assassino que se diz um monstro? É tudo muito confuso com relação ao monstro, e como em um filme de terror a mocinha se coloca em perigo de livre e espontânea vontade.

Apesar de ter esperado muito mais depois dos outros dois livros do autor, não posso dizer que esse foi de todo decepcionante, como citado acima a história é viciante, e os laços do monstro criado por Pyper com os monstros dos contos clássicos é perfeita, até me fez a me aventurar em Frankestein!

Os monstros estão onde menos esperamos!!!


8 comentários:

  1. Olá,
    As vezes isso de a mocinha se colocar em perigo por espontânea vontade me irrita um pouco. Já vinha de olho nesse livro mas, apesar de ter gostado bastante da sua resenha, acho que ele não se encaixa muito bem no que gosto de ler, e isso pode atrapalhar um pouco o envolvimento com a leitura.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ray!
      Pois é, não entendo o que se passa na cabeça dessa mocinhas kkkkkk, uma pena que não se encaixe, eu confesso que esse não é o melhor do autor, mas ainda sim é muito bom! Se quiser experimentar novas tramas, vale a pena

      Excluir
  2. Oi! Tudo bem?

    Eu tenho alguns títulos de Pyper em minha lista de livros a serem lidos, mas ainda não realizei a leitura de nenhum. Também não sabia da existência desse livro. Gostei bastante da sinopse e do fato de existir um personagem que unifica grandes clássicos. Isso é bem atrativo e, mesmo com as suas indicações de ressalvas, acredito que lerei esse em breve!!

    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Tenho muita curiosidade de ler os livros desse autor, parecem ser obras incríveis. Adorei a resenha, aumentou ainda mais minha vontade de ler!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Olá! Desse autor eu li O demonologista e gostei bastante, foi uma obra que me envolveu muito mas acabei deixando as obras do autor de lado, bacana saber que suas histórias continuam tão boas por aí, espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    É clichê nos filmes de terror ou suspense a mocinha entrar em perigo, kkk. O que me chamou a atenção na sua resenha foi da formação da personagem e é espantoso ela querer entender o que passa na mente de um assassino, talvez como comentou tenha algumas falhas mas quero saber o que ela realmente estava procurando e se ela achou. Parabéns pela resenha estou curiosa para ler o livro, obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kelly!

    Falou em terror e eu corro longe! kkkkkkkkkk
    Mas fico feliz por você ter aguardando a continuação e de ter curtido a leitura!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, não é meu estilo preferido, algumas coisas parecem interessante, como a questão do monstro e a pegada meio policial.
    Bjos

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.