[Resenha] Um Vento à Porta #02 - Madeleine L'Engle

Um Vento à Porta - Livro 02 || Uma Dobra no Tempo #02 || Madeleine L'Engle || Fantasia , Sci-fi , Infanto Juvenil || 224 || 2018 || HarperCollins Brasil 

Sinopse:
Charles Wallace está em perigo. E o mundo todo também.Quando a família Murry pensava que os problemas haviam terminado, um novo desafio surge. Charles Wallace agora tem seis anos de idade e na escola o menino se tornou um problema. Sofrendo bullying constante, Meg acha que o novo diretor da escola deveria ser responsável pelo menino, mas Charles Wallace fica terrivelmente doente antes que ela possa ajudá-lo.Mas há algo estranho acontecendo. Charles Wallace diz a Meg que há dragões no quintal de casa e ela descobre que os dragões na verdade são Proginoskes, querubins feitos de asas, vento e chamas. E mais uma vez este é só o começo de uma nova aventura, onde Meg e seu amigo Calvin precisam correr contra o tempo para salvar seu irmãozinho. E, para fazer isso, eles devem partir em uma viagem para dentro do corpo do menino e lutar para restaurar a brilhante harmonia do universo.Junte-se a Meg, Calvin e Charles Wallace nesta nova aventura repleta de seres incomuns, mundos novos e muitos heróis que precisam ultrapassar seus medos para salvar o mundo!


E os irmãos Murry estão de volta, agora mais velhos e com uma nova aventura pela frente. Um tempo se passou desde o primeiro volume, Meg está mais próxima de Clavin que agora praticamente faz parte da família, o pai mais uma vez está viajando, mas agora em segurança, os gêmeos continuam arteiro e Charles Walace está em um novo colégio.

Esse segundo volume se trata muito mais de nosso inteligentíssimo Charles que vem sofrendo buylling no novo colégio mediante a sua inteligência, aqui Madeleine deixa bem visível o quanto o ser humano tem medo daquilo que desconhece, e a genialidade e inteligencia de Charles é o principal fator de seus ferimentos diários.


Amor não é o que você sente. É o que você faz.
Mas esse não é o único problema, já tem um tempo que Charles não se sente mais tão disposto, e segundo ele mesmo, sua saúde vem declinando graças ao seu problema com suas mitocôndrias e farândolas, um problema sério que pode colocar Charles em sérios perigos, e somente Meg pode ajudá-lo a resolver uma crise que pode causar inúmeros problemas, não só em Charles como no universo.

Esse segundo volume é tão espetacular quanto o primeiro, não só no quesito edição, onde a Harper fez um trabalho primoroso, mas também em enredo. Se no primeiro Madeleine mostrou sua maestria em física, aqui ela promete relembrar velhos termos do ensino fundamental há muito esquecidos por nós marmanjos. Há quanto tempo eu não ouvia falar de mitocôndrias e Farandôlas? Nesse volume a autora nos traz vários termos e conceitos biológicos que prometem aguçar a curiosidade de jovens leitores.

A religiosidade também se mantém presente como no primeiro volume, uma discussão discreta e imposta nas entrelinhas, mas que ainda sim permeia o enredo levando o leitor a questionar certas verdades.


— Talvez estejamos mesmo sonhando — disse Calvin pensativo.
— O que é real? — perguntou de novo o Professor.
Os personagens, apesar de um pouquinho mais maduros, ainda continuam os mesmos, ou seja diálogos inteligentes e ainda sim confusos ao extremo permanecem no decorrer das cenas, sem falar na inclusão de novos seres que prometem mexer com o cérebro e a criatividade do leitor.

A cada livro, Madeleine deixa claro sua inteligencia e genialidade, com enredos intensos e cheios de debates culturais que serão levados por anos e que independente da época ainda se encaixarão com maestria, não é à toa, que a obra possui mais de 50 anos e ainda se encaixa na nossa época com perfeição.

Se você não leu o anterior, não se preocupe, cada volume da série terá um contexto independente, mas ainda sim se quiser leia todos e se sinta cada vez mais próximo desses personagens que prometem nos acompanhar por uma longa temporada.






Um planeta em seu giro veloz 

Um unicórnio, um menino e o vento, juntos em uma só velocidade!

Quando Charles Wallace Murry, agora com quinze anos, grita em desespero a invocação de uma antiga runa para afastar a escuridão, uma criatura radiante aparece. É Gaudior, unicórnio e viajante do tempo. Charles Wallace e Gaudior devem viajar até o passado através dos ventos do tempo e tentar encontrar um Pode-Ter-Sido, um momento do passado em que todos os eventos que se seguiram até o presente podem ser mudados, e o futuro da Terra – esse  


Muitas águas 

É preciso acreditar em certas coisas para poder vê-las!Sandy e Dennys, os gêmeos da família Murry, sempre foram práticos, realistas e nunca prestaram muita atenção às conversas dos pais cientistas sobre coisas altamente teóricas como tesseratos e farândolas.
Mas, após um acidente no laboratório do sr. e da sra. Murry, algo acontece com eles que desafia drasticamente suas capacidades de crer no impossível. Com um desastre à vista, será que os gêmeos conseguirão encontrar uma maneira de voltar à realidade?



6 comentários:

  1. Oi Kelly! Confesso que esses livros não chamam muito a minha atenção. Mas fiquei curiosa para assistir o filme, quem sabe não me sinto mais atraída a realizar a leitura depois disso? Realmente faz bastante tempo que não leio as palavras mitocôndrias e farandolas. Na verdade, nao me lembro de já ter escutado a palavra farandola kkkkk.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa,
      Eles são bem diferentes do que estamos acostumadas mesmo, além de ser bem antigo e meio complexo hahahaha, nem me fale, eu também fiquei na dúvida sobra as farandolas hahahahahaha
      Eu ainda não consegui assistir o filme, mas está na lista.


      Beijokas

      Excluir
  2. Olá
    Por mais que esses livros estão sendo bem visto e falados eles não me agradam por fazer parte de um gênero que eu não gosto passo a dica

    ResponderExcluir
  3. Tenho muita vontade de ler essa série, mas ao mesmo tempo acho que não é uma leitura leve, que deve ser algo que demora um pouco mais para ser lido, por isso vou adiando.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari,
      Apesar de ser bem complexa é uma leitura que vale o esforço, ainda mais depois que começa a ficar mais fácil a compreensão hahahah, o terceiro é o melhor e mais fácil de entender.

      Beijokas

      Excluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.