[Resenha] O Destino de Tearling #03 - Erika Johansen

O destino de Tearling - Livro 03 || A Rainha de Tearling #03 || Fantasia , SCI-FI , Distopia , Jovem Adulto || Erika Johansen || 360 || 2018 || Suma 

Sinopse:
Desde que assumiu o trono de Tearling, Kelsea Glynn passou de princesa inexperiente a rainha destemida. Sua busca por justiça fez com que todo o reino mudasse com ela, mas quando os inimigos que fez ao longo do caminho ameaçam destruir seu povo, ela toma uma decisão inimaginável: se rende à Rainha Vermelha em troca de salvar Tearling. Sem as safiras, sem seus homens de confiança e trancafiada em Mortmesne, Kelsea precisa de novo recorrer ao passado, às experiências de mulheres que viveram antes dela, buscando em suas histórias a saída para uma situação impossível. O jogo está para terminar, e o futuro de Tearling será revelado de uma vez por todas. Com O Destino de Tearling, Erika Johansen traça o clímax inesquecível dessa aventura cheia de magia e emoção.
“Um final épico e eletrizante, que causou muita ansiedade nos fãs. Se você ainda não leu os dois livros anteriores, com certeza devia estar correndo atrás disso.” – Buzzfeed




E
 depois de uma mega maratona ... E MARATONA SIIIM porque livro bom deve ser lido e relido mil vezes e quantas mais puder, finalmente me encontrei com o último e mais sofrido volume da série A Rainha de Tearling, mas se iniciei a primeira resenha com um sonoro PQP!!! Aqui vou ficar quietinha para não liberar um ultra mega palavrão... Vem comigo que te conto mais no caminho.

Kelsea sacrificou sua vida para salvar seu reino, depois de impedir as remessas e assinar uma guerra com a Rainha Vermelha, ela não sabe mais o que fazer para salvar seu reino, a não ser entregar a Rainha aquilo que ela mais deseja, as safiras Tear. Clava é o novo regente de Tearling, e apesar de se sentir traído por sua majestade, ela assume seu posto e se recusa a deixar que as coisas parem até que a sua Lady volte.


Talvez nós não sejamos capazes de ficar satisfeitos, pensou Kelsea, e a ideia pareceu abrir um buraco dentro dela. Talvez a utopia seja inalcançada. 


O livro é iniciado em Glace-Vert, e lá conheceremos o Órfão, e a destruição que ele está arrastando por onde passa depois de ter sido libertado por Kelsea, Row Fin ainda sente ódio e ainda possui desejo de vingança, mesmo depois de tantos anos preso em sua maldição, e agora que está livre busca por aquilo que acredita ser seu por direito.

No meio de toda essa balbúrdia, o querido Padre Tyler está desaparecido com a coroa de tearling, a igreja quer colocar o reino de Kelsea abaixo, e enquanto vários inimigos desejam destruí-la ela se encontra presa nas terras Mort tentado entender onde suas visões querem levá-la.

Levei muito tempo para conseguir colocar em palavras todos os meus sentimentos pelo livro, e mesmo agora sinto uma dificuldade tremenda de falar desse livro. Esse terceiro volume pode ser muito bem descrito como destruidor, destruidor de tudo aquilo que foi construído nos outros dois livros e destruidor de sentimentos. O livro inteiro é uma profusão de queda sobre queda, derrota e desgraça, e por mais que Kelsea se mantenha forte e destemida como sempre foi, fica bem difícil confiar que tudo vai acabar bem.

Nos dois primeiros volumes, após descobrir que a travessia foi feita entre dimensões, Kelsea passa um bom tempo tentando aprender a lidar com suas safiras e entender aquilo que elas querem lhe mostrar, e finalmente nesse volume, as coisas se encaixam, as pessoas se unem e dão forma a um enredo de tirar o fôlego e queimar os neurônios, afinal, tudo está acontecendo ao mesmo tempo, passado e presente se unindo para tentar construir um futuro.

Mas apesar de todos os pontos positivos que o livro tem, tenho que dizer que algumas coisas me incomodaram nesse último volume, entre elas uma cena de sexo, até então eu acreditava que o livro era indicado para qualquer idade, então imagina meu susto ao me pegar lendo uma cena bem picante? E o final me deixou bem magoada, não por ser ruim, mas por querer bem mais, e espero sinceramente que a autora nos traga mais um desfecho para fechar essa série simplesmente incrível.

O livro é composto por personagens fortes e carismáticos, intensos e apaixonantes, desde o primeiro volume Kelsea já mostra para o que veio e impõe todo o seu poder com astúcia e muita moral, e apesar de cometer seus erros, assim como todo ser humano, não perde a pose e se mantém esperançosa, mas sempre colocando seu povo à frente.

A história criada por Erika, assim como a maioria das distopias e utopias, traz à tona vários debates super importantes, e um dos principais é sobre politica e civilização. Tearling fugiu porque queria construir um mundo melhor com pessoas melhores, mas até onde vai a capacidade do ser humano de ser melhor? De se tornar alguém melhor? Será que somos capazes de pensar primeiro no próximo e deixar nossos desejos de poder de lado?


O erro da utopia é presumir que tudo vai ser perfeito. A perfeição pode ser a definição, mas nós somos humanos, e mesmo para a utopia levamos nossas dores, erros, invejas e desgostos.


 Um livro intenso, mágico e acima de tudo HUMANO, cheio de erros, magia e muita ação. Se você ama fantasia, deve e tem que ler essa trilogia que já conquistou inúmeros corações.




3 - O Destino de Tearling 


10 comentários:

  1. As capas desses livros são lindas demais! Quero muito ler os livros, só estou esperando uma boa promoção! Sua resenha está incrível, parabéns <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!
      Também acho elas lindas, a simplicidade sempre me ganha.

      Excluir
  2. Oi Kelly!
    Meu primo leu o primeiro e o segundo livro da série, amou e está se preparando para o terceiro. Eu não sou a maior fã de fantasia, confesso. Leio poucas porque raramente conseguem me prender.E esse é um daqueles livros que, por mais que tenha uma trama interessante, talvez não consiga me manter focada. Não sei explicar meu problema com o gênero, mas...é tenso! Hahahahaha
    Que bom que gostou! Espero que ela faça um outro volume. :)
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neyla!!
      Sei como é, tem certos livros que também não me prendem de jeito nenhum, alguns até insisto outros não hahhahaha. Avisa seu primo para preparar o coração e fazer Maratona para lembrar de todos os nomes Hahhaha

      Beijokas

      Excluir
  3. Oi Kelly.
    Eu também concordo que livro bom a gente tem mais é que maratonar mesmo.
    Gosto do fato da autora trazer à tona assuntos mais sérios como político mas o livro ter personagens com os quais conseguimos nos identificar.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria!
      Não é? Ainda mais que nessa vida estamos sempre correndo e na maioria das vezes fazendo o que não gostamos!!!

      Excluir
  4. Eu sou apaixonada por fantasia e estou querendo ler essa trilogia. Depois de ver você falar com tanto amor na sua resenha, fiquei ainda mais curiosa. Vou ficar de olho nas promoções e garantir os meus.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      Amo de paixão Hahhahahha, que bom que te conquistei, leia e depois me diz o que achou!!

      Beijokas

      Excluir
  5. Olá!
    Primeiro, sou apaixonada por essas capas, nota 10 pra elas. Segundo, amoooo ler resenhas que expressão vontade de gritar e xingar de uma forma positiva, claro. Me deixa muito curiosa e ansiosa pra conhecer a obra. Nesse caso 3 obras.
    Anotado a dica.
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  6. Sou louca para ler essa trilogia. As capas são lindas e todas as resenhas que li até hoje falam super bem. Com essa resenha já está confirmado que tenho que ter esse livros na minha proxima compra srsrsr.

    Bjus** http://imagine-livros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.