[Resenha] Como parar o tempo - Matt Haig

Foto por Luentrelivros

Como parar o tempo || Fantasia , Drama, Romance  || Matt Haig  || HaperCollins Brasil || 320 || 2017

Sinopse:
A PRIMEIRA REGRA É NÃO SE APAIXONAR.
Tom Hazard esconde um segredo perigoso. Ele pode aparentar ser um quarentão normal, mas por causa de uma estranha condição está vivo há séculos. Da Inglaterra elisabetana à era do jazz parisiense, e de Nova York aos mares do sul, Tom já testemunhou tanto que agora precisa apenas de uma vida normal.

Sempre trocando a identidade para se manter a salvo, ele encontra o disfarce perfeito trabalhando como professor de História em Londres. Assim, pode trazer suas experiências do passado como fatos vivos. Pode manipular as histórias para seus alunos. Pode levar uma vida normal. Tom só não pode se esquecer da primeira regra. Aquela sobre paixão...
Como parar o tempo é um romance doce e envolvente sobre como se perder e se encontrar na própria história. É sobre as certezas da mudança dos tempos e o tempo que a vida leva para nos ensinar como vivê-la.


E
m como parar o tempo, vamos conhecer Tom Hazard, nessa obra o nosso protagonista sofre de uma anomalia genética que atrasa o seu envelhecimento em uma média de 15 anos para 1. O que isso significa? Que Tom tem 439 anos e aparenta apenas 30. Legal né? Nem tanto... e Tom vai te explicar o porquê.


-Você não é o único que sofre no mundo. Não segure as dores como se fossem preciosas. Tem o suficiente delas por aí.


Apesar de para muitos a ideia de ter uma vida extremamente longa ser um sonho, para Tom isso se tornou um pesadelo, desde muito cedo ele vem sofrendo com sua situação, sua mãe foi assassinada acusada de bruxaria, e desde então ele vem fugindo, se mudando, tentando não ser reconhecido, até que ele conhece Rose, uma humana normal e se apaixona.

Se apaixonar por Rose foi o que deu sentido à vida de Tom, mas quando sua filha nasce e sua mulher começa a envelhecer, as coisas começam a se complicar, fazendo com que ele vá embora e deixe sua família para trás. Séculos depois Tom está à procura de sua filha Marion, ela também é uma Alba e ele precisa encontrá-la.

Como parar o tempo nem de longe é o que eu esperava, a capa é lindíssima e a sinopse me conquistou logo de primeira, mas eu esperava um romance que atravessasse os séculos, e não foi isso que encontrei. Apesar de ser o amor que tem pela filha que mantém Tom vivo, ainda sim, o livro é uma crítica profunda sobre o tempo e o ser humano.


A lição da história é que ignorância e superstição são coisas que podem surgir, dentro de quase todo mundo, a qualquer momento. E o que começa como duvida na mente pode rapidamente se tornar ação no mundo.


O livro é narrado em primeira pessoa, Tom irá nos contar sua história, a história acontece no presente, mas em alguns momentos Tom retorna ao passado, e muitos desses retornos são fora da ordem cronológica causando uma certa confusão. Apesar de o enredo ter uma pegada crítica bem forte, o sentido do livro não fica claro para o leitor, até a metade da obra ainda estava me perguntando qual o sentido de tudo? Só contar a história dele ou tinha algo mais?

Por ter 439 anos, Tom viveu muita coisa e foi muitas pessoas, ou seja, nas suas voltas ao passado vamos ser apresentados a pessoas famosas, como Shakespeare e outros grandes nomes da história do mundo. E ainda sim, seremos apresentados as injustiças do mundo que mesmo depois de séculos persiste.

Tom aponta com clareza a incapacidade do homem de aprender com seus próprios erros, e como ao passar das gerações as mesmas atitudes são tomadas por grandes homens fazendo com que o mundo viva em looping eterno de ignorância e morte.

Muitas coisas apontadas no livro são magníficas e levam o leitor a refletir sobre a história do nosso mundo, sobre as guerras que foram e as que virão. Nos faz refletir sobre o amor e a dor da perda, e acima de tudo, se ter um tempo tão escasso na vida não deveria ser melhor aproveitado.

Apesar de não ser o romance que eu esperava, no final Tom me tocou com suas palavras e me fez refletir bastante.

A edição da Harper está linda, uma capa incrível, mas a encadernação deixou a desejar, o livro é pequeno, até aí tudo bem, mas o espaçamento dado entre a costura e o texto é muito curta, fazendo com que o leitor tenha que fazer força para manter o livro aberto durante a leitura, isso foi o que mais me incomodou, mas a diagramação e revisão estavam impecáveis.

Como parar o tempo é um livro que fala da vida e do mundo, o amor e as tristezas, mas acima de tudo a história e as injustiças da humanidade. Se você gosta de uma boa história, com muito conteúdo histórico e boas críticas para reflexão, Como parar o tempo é o seu livro!!!




14 comentários:

  1. Ola, eu já sabia desse livro mais ele não me desperta a curiosidade de ler. Por mais que eu fiquei curiosa com os aspectos da critica com a humanidade eu passo essa dica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara!
      Que pena, espero que a próxima dica te agrade.

      Excluir
  2. Olá
    A capa desse livro é maravilhosa meu deus! Não conhecia, mas fiquei super apaixonada pelo enredo! ótima resenha! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Linda né? Foi ela que me conquistou! Obrigada

      Excluir
  3. Oiee ^^
    Acho a capa desse livro tão linda! É um dos motivos pelos quais quero lê-lo, mas também me interesso pela história. Li várias resenhas sobre ele, e todas falaram muito bem da maneira como o autor aborda a questão do tempo que nos resta por aqui, e eu adoro livros que fazem o leitor refletir. Fico feliz que tenha gostado :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dhry!
      Já está começando pelo caminho certo! Digamos que o protagonista do livro é o tempo e o romance um coadjuvante apenas. A história é forte e nos faz pensar em varias questões do dia a dia.

      Excluir
  4. Já li algumas resenhas sobre a jornada de Tom e me parece ser uma leitura fácil, sem muita pretensão, mas se te fez refletir no final, sem dúvida é uma leitura válida e conteúdo histórico só enriquece o livro. Quero ler.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Não é tão fácil, no começo fiquei um pouco confusa e achei um poucocansativo, mas sim, depois que pega o ritmo o contexto é intenso e reflexivo.

      Excluir
  5. Depois de ler sua resenha, tenho certeza de que esse é o meu livro hahaha Acho que vou amar o estilo da narrativa. Ele já está na minha lista de leitura e estou bem curiosa para começar a leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!!!
      Que bom que minha resenha ajudou kkk fico feliz!! Depois me conta o que achou 😉

      Excluir
  6. Olá
    Achei incrível a ideia do livro e pelo que o personagem passa. Deve ser uma agonia ter que passar tanto tempo assim, mas confesso que é algo que me agrada, viver muito tempo ver transformações e modificações no mundo, na sociedade... É algo que desperta meu interesse, com certeza, vou adicionar a minha lista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aricia!
      Eu imagino que seja terrível kkkkk eu odeio ficar sozinha e não vejo outra forma de vida pra ele já que todos que ele ama vão morrer antes dele kkkkkkkk apesar do conhecimento não sei se gostaria de ser infinita kkkk

      Excluir
  7. Olá!!

    Achei a capa linda e realmente a principio parece um livro de romance, ei sinceramente esperaria encontrar esse tipo de livro. Mas lendo sua resenha achei a história muito interessante, essa coisa de ter vivenciado muito e ter o que ensinar me agrada de mais. Vou dar uma procurada nesse livro, mas já anotei na lista de leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie,
      Sim, acreditei piamente ser um romance, só quando cheguei na metade do livro me dei conta que estava procurando o protagonista errado. As lições passadas pelo personagens são tocantes e fazem o leitor refletir sobre a vida.
      Espero que goste da leitura.

      Bjs

      Excluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.