[Resenha] Quarto - Emma Donoghue

Título: Quarto
Autora: Emma Donoghue
Editora: Verus
Páginas: 350
Ano: 2011
Onde Comprar: Amazon
Sinopse:
Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la.
O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

Olá pessoal!!
Depois de me encantar pelo trailer,me aventurar no cinema e quase morrer afogada em lágrimas, resolvi que deveria ler essa obra aclamada e conhecer o famoso Jack.


"A alma escolhe sua própria Companhia... Depois... Fecha a porta..."


Jack tem apenas 5 anos, vive em quarto com sua mãe, e tudo que ele conhece do mundo está ali dentro, e por vezes na TV, mas ele acredita que tudo que existe na caixa não é de verdade, e que o mundo consiste no quarto, na mãe e no Velho Nick.
"Quando eu tinha quatro anos, eu achava que tudo na TV era só a TV, aí eu fiz cinco e a mãe desdizeu que uma porção de coisas eram só imagens do mundo real e falou que o Lá Fora era totalmente real."

Joy foi sequestrada aos 19 anos na porta da faculdade, desde então vive em um cativeiro, onde é abusada sexualmente por seu sequestrador, sendo alimentada de maneira precária, e foi neste lugar que Jack nasceu e cresceu.

Acontece que Joy não suporta mais essa situação e vê em Jack a sua salvação, bolando um plano suicida onde o menino poderia ser sua morte ou sua salvação.

Depois de libertos Joy e Jack vão passar por inúmeros problemas, mas principalmente Jack vai conhecer o "Lá Fora" e suas experiências podem ser marcantes para cada leitor.

O livro inteiro é narrado em primeira pessoa, então imagine o meu espanto ao descobrir que conheceria a história pelos olhos do próprio Jack? Ele é um garoto muito esperto, e apesar de ter sido criado entre quatro paredes, ele é saudável na medida do possível e muito, muito inteligente.

Jack não conhece a história da sua mãe até que ela decide que eles precisam sair dali, e é nesse momento que podemos perceber o quanto, apesar de inteligente ele é inocente, e o quanto o mundo que para nós parece tão comum pode ser tão espetacular aos olhos infantis.

Jack com sua inocência nos mostrará coisas banais do mundo que podem ser espetaculares e até assustadoras aos olhos de um menino de 5 anos que acabou de conhecer o mundo, nos mostrando o quanto os conceitos e as nossas atitudes estão erradas.

"No mundo, eu noto que as pessoas vivem quase sempre tensas e não têm tempo. Até a Vovó sempre diz isso, mas ela e o Vopô não têm emprego, então eu não sei como as pessoas empregadas fazem o trabalho e toda a vida também. No Quarto, eu e a Mãe tínhamos tempo pra tudo. Acho que o tempo é espalhado muito fino em cima do mundo todo, feito manteiga, nas ruas e nas casas e nas pracinhas e nas lojas, por isso só tem um tiquinho de tempo espalhado em cada lugar, e aí todo mundo tem que correr pro pedaço seguinte."


A história não é leve, apesar de ser contada por uma criança de 5 anos, o enredo nos trás uma verdade dolorosa sobre sequestros e vidas em cativeiros. Apesar de Joy ter usado todo seu extinto materno para fazer daquele quarto um lar, ainda sim é tudo muito sofrido e penoso, posso dizer até repudiante, mediante as condições a que ela é imposta para manter o filho bem e alimentado.

Apesar de ter derramado rios de lágrimas com o filme, não consegui fazer o mesmo com o livro, apesar dele ser mais profundo e muito mais descritivo, o filme conseguiu nos passar, mesmo que mudando o roteiro da história, todo o sentimento contido nas cenas, e talvez Jack não possuísse maturidade suficiente para entender isso, já que sua mãe o manteve seguro da forma que pode.

Os atores que interpretaram essa linda história na telona são espetaculares, e não há como não se apaixonar por Jacob Tremblay. Com uma interpretação perfeita, juntos eles nos mostrarão o que o amor de mãe é capaz, já que Joy tinha tudo para odiar um filho vindo de um abuso, mas ao invés disso o amou com todas as suas forças e o usou como sentido para se manter viva e lutando.

"De perto as árvores são gigantes gigantescos, têm uma coisa feito pele, mas com mais nós quando a gente passa a mão. Achei uma coisa meio triangular do tamanho do meu nariz, que a Noreen disse que era uma pedra."

Eu recomendo o livro pra quem gosta de coisas fortes, e de certa forma verdadeiras, já se preparando claro para as emoções, me senti muito tocada com a narrativa e os acontecimentos. Uma leitura que super indico.




16 comentários:

  1. Oi, Kelly! É uma leitura forte e comovente, sem dúvida. Eu ainda não vi o filme, como li o livro logo que foi lançado aqui no Brasil, quero reler antes de assistir. Certamente vou chorar também.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla!`
      A leitura é bem comovente, ainda mais se levarmos em consideração que isso não esta tão longe da nossa realidade como pensamos, ainda sim o livro me emocionou bem mais que o filma!
      Tenho certeza que você vai adorar

      Beijokas

      Excluir
  2. Oi, Kelly
    Quase morreu afogada em lágrimas? rsrs acredita que ainda não li o livro e nem vi o filme? Tenho medo de morrer também!!!!
    Você foi bastante corajosa hein?!
    Não entendi, o livro foi mais profundo e descritivo, vc não derramou rios de lágrimas? Eu acho que me acabaria nos dois rsrs
    beijos e parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daya,
      Apesar do livro ser mais discritivo, ele esta sendo narrado por uma criança, então mesmo que os acontecimentos sejam pesados, você esta incarnado na inoscência dele, já no filme o visual provoca muito mais o coração. No filme você vivencia não só os sentimentos dele, mas de todos ao redor, será que conseguiu me entender? hahahahahah
      Sim, quase me afoguei hahahahah Já leva uma toalha hahaha

      Beijokas

      Excluir
  3. Oi BFF!
    Estou com esse livro aqui, e ele está até na minha meta de leitura para esse anos, mas confesso que morro de medo de desidratar chorando por causa dele. Histórias que envolvem crianças sempre me abalam demais, sou muito mole para isso... Mas mesmo assim quero ler, pq mesmo chorando feito atriz mexicana eu acabo ficando marcada com esses livro e me lembrando dele com saudades.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi BFF!
      Bom, se você esta com esse receio, como boa amiga que sou, me sinto na obrigação de lhe dizer que o bicho vai pegar e com certeza você vai ficar desidratada, mas no final será uma leitura linda que te marcará para sempre com certeza!!

      Beijokas

      Excluir
  4. Oi, Kelly! Voltei!!
    Então, eu acho a história desse livro uma coisa louca!... Quero ler terrivelmente! Imagino uma história profunda dessas sendo narrada pela criança. To até evitando ver o filme pq se ver, não lerei... Mas soube que foi um show de interpretação (tanto que vc chorou mais no filme que no livro)! Espero tê-lo em mãos em breve! beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nu!!!
      Já faz um tempo que tenho optado por assistir o filme primeiro, assim garanto que não me decepcionarei, já que os livros são sempre bem melhores, mas confesso que nesse caso, a interpretação do Jacob acabou comigo, e o visual foi muito mais forte que o imaginário.
      Por mais que o livro seja narrado por ele, a inoscência com que tudo acontece aos olhos dele, não nos passa a mesma emoção de ver o que acontece e como os outros personagens são abalados, mas ainda sim a leitura também é incrível!

      Beijokas

      Excluir
  5. Olá.... confesso que não tenho interesse em ler o livro, pois ele foge muito dos tipos de livros que ando lendo atualmente e para falar a verdade, mesmo com tantas críticas positivas, eu não me sinto cativada para ler, mesmo com toda a emoção e intensidade envolvidas na história... porém o filme já é outra coisa questão... esse eu tenho muita vontade de ler... e ver o que aconteceu.... xero!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diana,
      Uma pena mesmo não querer a leitura, hahah desde que comecei o Desafio Literário do LT tenho me aberto para inúmeras possibilidades e sair da minha zona de conforto tem sido maravilhoso!!
      O filme é incrível, e aposto que após assistir, uma centelha de curiosidade irá se acender em você!

      Beijokas

      Excluir
  6. Hey Kelly, como estão as coisas?
    Eu li esse livro faz dois anos (acho) ainda não vi o filme, mas o livro me deixou sem chão chorei igual um bebê com as partes onde a mãe dele tentava mascarar as maldades do mundo criando um mundo à parte naquele quarto, depois quando eles finalmente saem é tão doloroso quanto.
    Um livro que merece parabéns principalmente por mesmo sendo na visão do Jack passar todo o drama pertinente a história.
    Beijão!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giu!
      Beeeeeem corridas hahaha e com você?
      Realmente o livro merece prêmios, e se ficou chocada assim com o livro, não imagino o que vai acontecer se assistir ao filme. É duro imaginar que essa crueldade não esteja tão longe da realidade, e ver o que ela como mãe, faz para proteger o filho é realmente tocante e emocionante, uma bela lição de o que o amor é capaz!

      Beijokas

      Excluir
  7. Olá! Eu chorei só de assistir ao trailer, fiquei bem emocionada. Quero assistir ao filme e também ler o livro. A história é bem forte mesmo e nos faz refletir sobre muitas coisas. Não sabia que o livro era narrado pelo ponto de vista do Jack, deve ser uma narração linda, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Su!
      Eu também chorei com o trailer, e foi assim que decidi assistir, depois disso descobri que era um livro e fui pesquisar, e só então descobri que era narrado pelo Jack. Mas isso não altera nem prejudica a leitura, ele só torna tudo inoscente e tocante, afinal ele só tem 5 anos.

      Beijokas

      Excluir
  8. Olá, essa obra parece ser maravilhosa, um relato de amor entre uma mãe e seu filho. Quero muito conferir tanto o livro quanto a adaptação. Adorei a resenha e saber que o narrador é a criança me deixou ainda mais curiosa.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Quel,
      A obra é incrível, presenciar tudo que uma mãe é capaz de fazer para proteger seu filho é lindo, e tanto o livro quanto a adaptação são intensos e marcantes.
      Fico feliz que você tenha gostado da resenha!

      Beijokas

      Excluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.