[Resenha] A Máquina de contar histórias - Maurício Gomyde

Título: A Máquina de contar Histórias
Autor: Maurício Gomyde
Editora: Novas Páginas
Páginas: 192
Ano: 2014


Sinopse:
Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das fi lhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar.Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V.Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.


Olá pessoal!!
Sei que já publiquei algumas resenhas, mas essa é oficialmente a minha primeira leitura de 2016, e caramba, que leitura. Já há algum tempo escuto maravilhas da escrita do querido Maurício Gomyde, mas ainda não tinha tido a oportunidade de ler, vergonhoso já que sou parceira dele kkkkkkkkkk, mas enfim ganhei esse na maratona e resolvi começar meu 2016 ao melhor estilo literário. Mas agora, vamos conhecer a obra...

 Vinicius Becker é um autor renomado mundialmente, desde muito novo ele carrega em si o amor pela literatura, e escreveu seu primeiro livro aos dezesseis anos, sob protestos do pai e apoio incondicional de sua professora de literatura. Com o passar dos anos, Vinicius foi agraciado pelo amor de Viviana, uma jovem arquiteta que esteve ao seu lado em todos os momentos e lhe dispôs seu apoio incondicional durante todo o processo de construção, até o nível em que se encontra hoje.

Com o tempo constituíram uma linda família, intitulada família V, e agora prestes a nascer o mais novo membro da família, Viviana descobriu que esta com leucemia e que seu caso é muito grave, com chances baixas de resistir, Vinicius fica atordoado com a chance da perda, mas acaba focando seu desespero em sua carreira, numa busca frenética de diminuir seu sofrimento, mas agora ele acaba de receber a noticia de que Viviana faleceu, e ele como sempre, estava em mais um de seus lançamentos incomunicável.


"O céu escuro, preenchido por nuvens carregadas em cinza-cobalto, transformou-se em testemunha de um crime sem culpados: uma família voltando em frangalhos para a realidade de uma vida que seguiria ninguém sabia como." (Pag. 23)

Quando retorna pra casa perdido em sua dor e sofrimento, Vinicius descobre que perdeu muito mais que sua esposa, ele perdeu sua família, Valentina sua filha mais velha, já não o vê como pai, e não o perdoa por não ter estado ao lado de sua mãe na hora em que ela mais precisou.


"Sem amigos, sem esposa, sem filhas. O lugar pelo qual ele tanto havia lutado revelava-se o lugar em que ele nunca havia desejado estar." (Pag. 54) 

Agora ele precisará correr contra o tempo e lutar contra tudo o que esta acostumado para recuperar o amor de sua filha e traze-la de volta, mais sua ficha só cairá de verdade quando ele descobrir o quanto desconhece sua filha e o quanto perdeu enquanto estava fora.

Apenas pela sinopse, já é possível imaginar o contexto que teremos pela frente. Vinicius foi egoísta, e na busca de uma forma de fugir do seu sofrimento pelas condições da esposa, acabou dedicando todo seu tempo aos livros e se abdicando totalmente do que acontecia ao seu redor.

Dessa forma, Valentina foi quem cuidou da mãe e esteve ao lado dela até seu último suspiro, sozinha e sem ter com quem compartilhar seu próprio sofrimento, e isso faz com que ela acumule ódio e desprezo daquele que devia ser seu ídolo e estar ao seu lado. Vinicius só vai perceber o tamanho do seu erro quando retornar para casa e perceber que suas filhas já não o amam ou admiram como antes, e no desespero de um pai para recuperar o amor de sua filha e unir novamente sua família ele começará uma aventura em busca do perdão.

O livro é cheio de conceitos lindos, retrata a dor de um pai e ao mesmo tempo a dor de uma filha, a dor da perda e a dor do desprezo, ao mesmo tempo Maurício nos dá uma aula de escrita e amor com palavras claras e simples.


"A gente não aprende lendo, aprende vivendo. E a vida, por mais que uma quantidade enorme de pessoas acredite nisso, não é feita de métodos, fórmulas, dicas ou listas de recomendações. ela é feita de sentimentos pelas pessoas que estão ao seu lado, ou por aquelas que estão longe, mas que, só por pensarem na gente, já fazem toda a diferença." (Pag. 68)

Citando renomados escritores e passando por lugares lindos em uma viagem incrível, Maurício nos leva por uma linda aventura cheia de amor e perdão, com ensinamentos e lições de vida lindas, onde é possível se colocar no lugar dos personagens e rever vários conceitos e atitudes do nosso dia a dia.

A edição é da Novas Páginas, com folhas amareladas e fonte confortável, o livro vem com uma capa e diagramação impecável que colabora e muito para o encanto do leitor. O livro também contém uma playlist incrível feita pelo autor do no decorrer da história que só torna tudo mais mágico e encantador, vale a pena ler ouvindo.




Minhas considerações com relação ao autor, é que ele realmente é fenomenal, possui uma escrita só dele, e uma leveza nas palavras que te fazem viajar no texto sem perceber o tempo passar, e assim como seu próprio personagem diz, faz com que o leitor queira ir até a última página, o título do livro faz muito jus a história já que Vinicius se transformou em uma máquina, trabalhou horas para alcançar aquilo que ele julgou ser o certo, só posso dizer que agora que li o primeiro é claro que quero os próximos!!

Pra você que curte uma leitura leve e diferente dos romances comuns, com um toque de amor e muito a aprender, leia A Máquina de contar histórias e sem dúvida você vai se apaixonar.



22 comentários:

  1. esse livro é APAIXONANTE o modo como ele fez a história crescer e ainda consegui o amor das filhas novamente é tão bonito.
    Mauricio escreve muito.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha ouvido falar dele, mas essa capa me conquistou <3 Adorei a resenha. Já adicionados a lista de desejos haha <3

    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiee,
    Tenho alguns amigos que são beeem viciados no autor, to pensando em dar uma chance aos livros dele.

    Étreintes!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ownnn Kelly, essa história pra mim, é uma das melhores que eu já li, doce, comovente e surpreendente, um romance sobre o valor a família e ao que é verdadeiramente importante. Que bom que você começou por ele. É meu preferido. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Eu tenho muita vontade de ler esse livro! O Mauricio escreve muito bem, tem o dom das palavras, a forma como ele escreve é envolvente e maravilhosa. Parabéns pela resenha, contou tudo sem soltar spoiler.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ah o Gomyde!!
    Falam tanto da escrita e das histórias dele que tenho uma super curiosidade de ler.
    Kelly me desculpe, mas não li sua resenha porque pretendo ler o livro em breve e quero que seja tudo uma grande surpresa. hahahahaha
    bjo =D

    ResponderExcluir
  7. Oieeee! Não conhecia o livro mas já amei! A história parece ser bem emocionante e já fiquei pensando se ele vai conseguir o perdão e o amor das filhas novamente. Parece ser muito linda a história!


    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Kelly, sou suspeita pra falar do Gomyde, afinal ele foi o único autor (tirando a J. K. Rowling) que me fez chorar lendo.
    Eu ganhei esse livro na maratona também, mas ainda não consegui ler.
    Estou mega ansiosa e pelo que você falou já sei que vou amar.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  9. Confesso, nunca tinha ouvido falar desse autor, mas depois dessa resenha tão bem elaborada faz com que qualquer u tenha vontade de ler o livro é pode ter certeza que eu sou uma dessas pessoas ♥

    ResponderExcluir
  10. Oiiie
    nossa, que resenha legal, eu nunca li nada do autor mas não é por falta de vontade pois tenho curiosidade por todos os livros, adoro o gênero e sempre vejo muitos elogios, bela dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie, que resenha incrível, já quero esse livro.
    Ainda mais que é um romance leve, muito a minha cara kkkkk. E também quero conhecer a escrita do Maurício que por ora ainda não li nada dele.

    Até mais, http://www.meninoliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Estou louca para ler esse livro. Já li outras resenhas e assim como a sua só tem elogios. Assim que tiver tempo, lerei!
    Bjus

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    tudo bom?
    Sério que essa é sua primeira leitura do ano?? O tempo deve estar escasso ai mesmo, né. Espero que tu possa ler mais daqui pra frente <3
    Nunca li nada do Gomyde, mas depois da sua resenha fiquei bem interessada. Parece mesmo ser uma ótima história. Beijos,
    www.quinzeinvernos.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Kelly, eu nunca li nada do autor mas sempre tive muita vontade, esse livro é uma obra que todo mundo sempre fala tão bem e por isso ele já está na minha lista, ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  15. Ei, tudo bem?
    Nunca li nada do autor ainda, mas vi tantos comentários positivos acerca de seus livros que é impossível não sentir o desejo de lê-los. Essa história tem uma carga emocional enorme e espero aprender muito com ele quando o for ler.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  16. Olá! Eu já conheço o autor, de nome pelo menos, mas ouço tantos elogios sobre a escrita dele que mal posso esperar para ler algum de seus livros em breve. Eu AMEI essa capa e gostei muito da premissa desse aí, sua resenha realmente me deu uma conquistada e estou quase tendendo a começar por ele, haha!

    Beijos!
    Hels, The Blue Blog

    ResponderExcluir
  17. Eu não conhecia esse livro, também nunca li nada do autor, Mas essa parece uma história interessante.

    ResponderExcluir
  18. Gente ainda não li nada do Mauricio mas, fico louca com todas as resenhas, acho ele um Augusto Cury populista hahaha.
    Temas otimos e histórias profundas cara,<3
    PARABÉNS PELA RESENHA.

    ResponderExcluir
  19. Olá! Um favorito!!!
    Que ótimo!
    Maquina de contar histórias é um livro que estou namorando desde o ano passado, se não me engano, talvez tenha sido mês passado só, mas esse ano ta passando rápido demais. A capa é lindo e o enredo mexeu comigo de um jeito muito bom!
    bjs
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Esse livro parece ser muito bonito e transmitir uma mensagem tocante, gostei da sua resenha e da forma como a estruturou, mas o livro não conseguiu atrair a minha atenção, acho que isso se deve ao gênero que não é lá o meu favorito, quem sabe numa outro hora não dou uma chance, mas no momento eu não leria a obra.
    Beijos,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  21. Oii Kelly
    Adorei a sua resenha... nunca tive a oportunidade de ler nada do Mauricio mas so escuto maravilhas sobre suas obras. Sua resenha me deixou curiosa em relação a esse livro. Vou procurar ssaber mais sobre ele.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  22. Já faz muito tempo que quero ler esse livro, muito tempo mesmo... Gosto bastante de personagens que possuem uma relação íntima com a escrita, pois me sinto mais perto e retratada na narrativa. Entendo o motivo do personagem ter virado uma "máquina de contar histórias", a escrita é realmente uma válvula de escape em momentos difíceis, sei bem como é isso.

    Abraços,
    Karina do blog Eu e Minha Cultura.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.