[Resenha] Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern

Título: Simplesmente Acontece
Autora: Cecelia Ahern
Páginas: 448
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014

Sinopse: Você acha que é possível existir amizade verdadeira entre um homem e uma mulher? O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para a outra simplesmente não conseguem ficar juntas? Desde crianças, Rosie e Alex viviam juntos. Todo mundo achava que eles tinham nascido para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família de Dublin para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de e-mails, mensagens de textos, cartas, cartões-postais... Ele se tornou um cirurgião renomado... Ela continua correndo atrás do sonho de trabalhar em um hotel luxuoso. Os desencontros, as circunstâncias e uma absurda falta de sorte os mantiveram longe um do outro – até agora. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples. Resta saber se eles vão ter coragem de apostar tudo, inclusive a própria amizade que os une num amor para a vida inteira. Que tipo de surpresa o destino reserva para eles desta vez? 


Olá pessoal, essa é minha primeira aparição por aqui e eu estou realmente muito feliz por ter essa oportunidade, portanto, não sejam maus comigo!! hahahahaha

A resenha de hoje é sobre um dos livros mais comentados nos últimos meses: Simplesmente Acontece



Narrado através de bilhetes, cartas, e-mails e conversas por chat, o livro nos traz a história de Rosie e Alex. A amizade entre eles surgiu na escola, quando ambos ainda eram duas crianças levadas, e no decorrer da narrativa vamos acompanhando todas as fases que vieram a seguir. Nenhum dos dois foram crianças/adolescentes fáceis de lidar, e por conta disso, inúmeras foram às vezes em que os pais de Rosie e Alex precisaram ir à escola para reuniões por conta do mau comportamento. 

Após o pai de Alex receber uma proposta de emprego irrecusável, ele e sua família acabam se mudando para Boston e deixando Dublin para trás, mas isso não foi o suficiente para afastá-lo de Rosie. Após um ano morando longe, Alex planeja voltar a Dublin para a festa de formatura de Rosie, mas algo acaba saindo mal e a garota precisa arrumar um par de última hora.

Apesar de ser uma garota responsável na maior parte das vezes, Rosie acaba abusando álcool durante a festa e dando um passo muito importante em sua vida, passo esse que praticamente vira tudo do avesso, fazendo com que seu sonho de morar em Boston e cursar Hotelaria sejam deixados em segundo plano. Por sua vez, Alex ingressa no curso de medicina em Harvard e pouco a pouco vê seu sonho se tornando realidade.

A partir daí o tempo parece voar para eles e o contraste do rumo que suas vidas tomaram vai ficando cada vez mais evidente, e com a distância geográfica que os separa, seus raros encontros passam a ser somente em “ocasiões especiais”. Para mim, é a partir daí também que começa uma sucessão interminável de erros e oportunidades desperdiçadas da parte de ambos. Não que isso já não tenha acontecido antes deles se afastarem.

A história em si é algo que poderia acontecer com qualquer um de nós, afinal de contas, ninguém está imune a se apaixonar pelo melhor amigo, nem mesmo Rosie e Alex. Ao longo do livro acompanhamos a vida, as escolhas, as aventuras e desventuras vividas pelos personagens, que pouco a pouco vão refletindo em sua realidade. 

Em vários pontos do livro eu senti vontade de entrar na história e lhes chacoalhar, como teria feito com um amigo, se julgasse que arrependimentos futuros poderiam surgir. Queria que olhassem ao redor e pensassem um pouco mais antes de tomar algumas decisões. Isso certamente teria evitado muitas decepções, além de encurtar muito o caminho entre eles, evitando os altos e baixos que tiveram que aguentar ao longo dos anos. 

O livro me causou um misto de emoções, e da mesma maneira que me peguei rindo e sorrindo diversas vezes, também me vi irritada e com lágrimas nos olhos. Em alguns momentos precisei interromper a leitura por ficar sobrecarregada com os problemas que Rosie enfrentava e que acabei por tomar para mim. Também acabei refletindo sobre minha própria vida, sobre meus amigos e aonde pretendo estar daqui alguns anos. 

Gostei de ter tais sentimentos despertados por um livro e por isso recomendaria a leitura. Por outro lado, achei que a maneira escolhida para narrar à história acaba deixando muitas lacunas, uma vez que todos os acontecimentos são contados posteriormente, através dos meios de comunicação já citados. 

Como sou uma pessoa apegada a detalhes, é bem provável que esse foi o motivo que me fez sentir tanta falta de interações diretas entre os personagens. Muitas vezes achei a narrativa um tanto impessoal, o que acabou fazendo com que magia do livro se perdesse para mim.

Rosie e Alex são adoráveis, de uma maneira geral, e por isso acabam tendo bons amigos, que inúmeras vezes os questionavam com suas próprias perguntas e os faziam pensar sobre o que estava acontecendo ao redor. Claro que eles não deram ouvidos aos amigos e familiares e por isso demoraram tanto tempo para resolverem o que esteve claro desde o começo.

Personagens secundários: Embora eu tenha gostado de praticamente todos os personagens secundários, tenha sentido vontade de conhecer um pouco mais da vida de cada um, e tenha achado de suma importância à contribuição que tiveram na vida de Alex e Rosie, há uma em especial que me cativou e me arrancou muitos sorrisos ao longo da história. Katie é simplesmente adorável.

Capa e diagramação: Eu não sei se foi lançada alguma edição em que na capa não tenha os personagens do filme, mas como gostei da escolha dos atores, isso não me incomodou. Achei bonitinha.
O livro é dividido em cinco partes, que acabam por marcar determinados estágios da vida dos personagens.
A diagramação varia um pouco por conta da alternância da maneira em que estão se comunicando: bilhetes, cartões, e-mail, cartas e chat. No geral diria que é simples, mas que se enquadra perfeitamente no livro.

Quotes:
“Como a vida é engraçada, né? Bem na hora em que você pensa que está tudo resolvido, bem na hora em que você finalmente começar a planejar alguma coisa de verdade, se empolga e sente como se soubesse a direção em que está seguindo, o caminho muda, a sinalização muda, o vento sopra na direção contrária, o norte de repente vira sul, o leste vira oeste, e você fica perdido”.
“Ex-namoradas são facilmente esquecidas. Melhores amigos ficam para sempre”.
“As pessoas vêm e vão e nós sabemos que isso acontece, mesmo assim sofremos um choque enorme quando acontece”.
“Aprendi que um lar não é um lugar, e sim uma sensação”.

Comentários: Acabei me decepcionando um pouco com o livro por tantos encontros e desencontros. O livro conta com 448 páginas, mas arrisco dizer que a história poderia ter metade disso e ainda assim seria muito boa. Dei 3 estrelinhas.

PS: Como amo ler ouvindo música, deixo aqui o que escolhi como tema e que se enquadra perfeitamente na vida desses dois, One and Only, da Adele.



34 comentários:

  1. Camila, seja muito bem-vinda.
    Começou com força total no paraíso, né?
    Gostei muito da sua resenha. Realmente esse livro está sendo muito comentado ultimamente.
    Acho essa história de idas e vindas bonitinha, me lembra Um Dia, mas 448 páginas é muito, né?
    Sei lá, acho que poderia ser menor.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Deborah, muito obrigada!! =D
      Siim a história é realmente bonitinha, com alguns cliches, mas bonitinha. Também tive essa mesma impressão quando comecei a ler e realmente, 448 foi um exagero, poderia sim ter sido menor e ainda assim contado toda essa história.
      Bjos ^^

      Excluir
  2. Oiiiêê,
    eu amei o lfilme espero poder ler o livro logo logo, kk, parece ser maravilhoso o livro, é o que o povo me falam, kkkk
    Bjks

    Passa No Meu Blog: http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Netinho, confesso que criei expectativas demais em cima de ambas as obras. Talvez se eu tivesse assistido ao filme antes de ler o livro não teria nenhum problema com a adaptação, mas como li o livro antes do filme, foi inevitável comprar e por isso achei que a adaptação deixou muito a desejar. Achei que foi uma verdadeira correria, que distorceram alguns fatos do livro pra fazer sentido no filme, mas ainda assim acho que vale a pena assistir, só não vá com grandes expectativas como eu.
      Bjos

      Excluir
  3. Seja Bem Vinda Amiga!!!!!!
    Eu já falei o quanto adorei sua resenha!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tati, muitíssimo obrigada pelo convite!! =D
      Fico muito feliz por você ter gostado, afinal de contas, essa foi a minha primeira e está sendo um desafio muito bom ^^
      bjos

      Excluir
  4. Bem vinda Camila. Adorei seu texto e confesso que também prefiro as capas originais às dos filmes.
    Eu vi o trailer do filme e não sabia que a estória era contada através de bilhetes, e-mail, etc... E acho que isso me incomodaria também, pois assim como você, gosto da interação direta entre personagens. Mas acho que o ponto positivo do livro está nas emoções que ele nos causa, pois através da narrativa muitos sentimentos vão aflorando ao longo da leitura, eu gosto muito disso nesse tipo de livro. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gleyse, que bom, fico muito feliz =D
      Sim, essa leitura foi um certo desafio. Eu já havia lido alguns livros que contém esse tipo de interação entre os personagens, mas um que a coisa toda acontece exclusivamente assim, foi a primeira vez.
      Apesar desse tipo de escrita ter tirado um pouco do brilho da história, ainda é possível sentir o mesmo que os personagens e se colocar no lugar deles, só acho que se a narração fosse de outra maneira eu teria me ligado mais. De todo jeito continuo gostando da Cecelia hahahahah
      Bjos

      Excluir
  5. Oi Camila!
    Li Simplesmente Acontece há poucos dias e fiquei com uma sensação confusa. Como você, eu tbm me identifiquei com a história e quis entrar no livro para sacudir os personagens, é tudo tão cotidianos e simples que poderia acontecer mesmo com qualquer um de nós. Mas a narrativa foi um problema sério para mim... não consegui me acostumar com ela e senti muita falta dos detalhes e interações entre os personagens.
    B-jussss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina! =)
      Você também ficou com a sensação de que faltava algo?
      Poxa vida, eu queria ter vivenciado mais os momentos que eles passaram juntos, as festas, os encontros e desencontros, e acho que a narrativa sendo assim prejudicou um pouco. Gosto do "olho no olho", sou uma romântica! hahahaha
      Bjos

      Excluir
  6. Bom, eu vi o filme sem ler o livro e confesso que gostei, embora tenha ficado com raiva dos personagens em algumas partes. Um amiga que leu, disse que mudaram muita coisa. Não sei se eu gostaria do livro por conta de como a história e contada, mas como geralmente gosto da escrita da Cecelia, darei uma oportunidade.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cecília!
      Se você já ficou com raiva deles apenas pelo que viu no filme, pode multiplicar por 3 no livro. Concordo com a sua amiga, mudaram mesmo. Tudo bem que não da pra fazer um livro de 448 pág em 1h42min, mas poxa vida neh, dava para terem caprichado um pouco mais no roteiro.
      Esse foi o meu segundo livro da Cecelia, o outro que li foi "O Presente", então não sei, nenhum dos dois realmente me conquistou, uma pena.
      Bjos

      Excluir
  7. Oi camila!
    Seja vem vinda e fique muito tempo porque adorei a sua resenha. Quero ler esse livro ou ao menos ver o filme, mas sempre fico com raiva de protagonistas adolescentes que fazem merda por causa de álcool e pelo que você disse ja saqueu lindamente o "grande passo" que ela deu!
    Gostei bastante da sua resenha e por algumas coisas que você disse, esse livro vai ficar pra depois na minha listinha!
    Beijos

    Lumartinho.Blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lumartinho, muito obrigada!! =D
      Quer uma dica? escolha um dos dois e vá, se vc fizer assim como eu, que leu o livro e depois assistiu o filme, vai acabar sentindo muita raiva. Expectativa é uma merda =x hahahahahah
      Adolescente cometem erros e quando adultos, aprendem a lidar com eles, mas alguns erros acabam se tornando grandes acertos! ;)
      Apesar de todos os pontos negativos, acho valido você dar uma chance a uma das duas obras, ou as duas, quem sabe.
      Bjos ^^

      Excluir
  8. Já faz um tempo que eu quero ler esse livro, mas sabe quando você fala que vai comprá-lo, mas acaba comprando outros? Então, aconteceu isso :/ O livro parece deixar o leitor louco pelos personagens, e ainda fazer com que o leitor se emocione bastante! Irei tentar ler o livro para depois assistir o filme. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luis, obrigada!! =D
      Entendo totalmente, no meu caso esse livro foi quase um "delírio consumista", entrei na livraria apenas para olhar e lá estava ele, por 19,90, achei meio imperdível, então garanti o meu. hahahahahah
      Sim, a história é carregada de sentimento e conforme você vira as páginas, você vai mudando sua percepção e sentimentos.
      Tente sim, apesar dos pesares, acho que vale a pena, a história é boa, e se for assistir o filme depois tente não pensar "no livro não é assim que acontece".
      Bjos

      Excluir
  9. Não gosto quando a história poderia ser contada em menas páginas mas o autor coloca mais na tentativa de prender o leitor.
    Como eu já disse, tenho mais curiosidade pelo filme do que pelo livro, mas de qualquer jeito a história me cativa bastante!

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gustavo!
      Sim, a Cecelia poderia ter sido um pouco mais objetiva e isso não atrapalharia em nada, mas fazer o que né, o jeito é ler as 400 e tantas páginas hahahahahaha
      O filme é bom, se ñ comparado ao livro.
      Bjos

      Excluir
  10. Já li dezenas de resenhas deste livro, e todas incríveis como a sua, e cada resenha eu me apaixono mais por ele. Quando ele saiu no cinema fiquei doida para ir ver, mas eu sinto que tenho que ler o livro primeiro, não gosto que o filme me surpreenda primeiro que o livro. E desde quando vi o trailer do filme me apaixonei pelo Alex, e é uma das histórias que eu realmente tenho prazer de ler, se trata de dois amigos que se apaixonam, mas começam dar algo errado, entre outras. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nicoli, obrigada!!
      Siim, também fiquei em cólicas para ver o filme, nem tava pensando muito em ler o livro, mas como o filme ñ entrou em cartaz nos cinemas da cidade, acabei mergulhando no livro.
      O Alex é apaixonante, um fofo, é o tipo de pessoa que você sempre quer por perto. Vale a pena a leitura ;)
      bjos

      Excluir
  11. Estou ansiosa pra ler esse livro, é meu gênero favorito, não resisto hahaha...já tem o filme, mas gosto de ler o livro primeiro.
    A historia é muito linda, pois junta duas coisas lindas, a AMIZADE e o AMOR.
    O amor que começa, ou que só é percebido depois de anos de amizade.
    Deve ser difícil um amor assim, pois as vezes se corre o risco de perder a amizade se não der certo.
    Estou muito curiosa para saber como foi o reencontro deles depois de tanto tempo, e como acontecerá toda a historia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thamires!!
      Sim, a história deles é linda, uma pena eles demorarem tanto tempo para se darem conta do quanto se gostam...
      Leia quando puder, se é o tipo de leitura que você gosta, vai morrer de amores =)
      bjos

      Excluir
  12. Confesso que depois de me decepcionar com a leitura de P.S. Eu te amo, prefiro assistir ao filme do ler o livro de Simplesmente Acontece. Acho a história fofinha e tudo o mais, mas acho que o enredo tem muito mais a ver com as telinhas do que com as páginas, assim como aconteceu com o livro que já li da autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patrini!!
      Confesso que não li "PS", só vi o filme mesmo, mas ja haviam comentado comigo que o filme acabou sendo melhor que o livro. O outro livro que li dela é "O Presente", o livro é bom, mas assim como esse, também se estende demais na história, além do necessário.
      Siim, se for analisar separadamente, o filme ficou muito legal =)
      Bjos

      Excluir
  13. Olá, ainda não li esse livro por pura falta de tempo, não consigo me motivar a ler, porque é muito grande, então vou pegando livros mais finos, que consigo ler e resenhar para o blog mais rápido. Enfim, quero muito ler, quem sabe nas férias de julho!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Gabriela!
    Leia sim.. a história é muito boa e o livro acaba sendo grande, sem tanta necessidade, algumas partes poderia ter sido cortadas sem interferir na cronologia da história.
    Depois conta o que achou ;)

    ResponderExcluir
  15. Não tenho muito interesse em ler o livro, mas tenho bastante em ver o filme!! Atores ótimos! O resultado deve ter ficado muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giovana, se você considerar as duas obras separadamente, ambas são boas ;)

      Excluir
  16. Essa capa tá bem mais bonita. E me deixa até mais animada para ler o livro. Não sou muito fã da Cecelia, mas acho que ela escreve super bem. Mas vou vê.Afinal, sua resenha só confirmou o que eu pensava, que o livro é bom, não ótimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liih, confesso que não vi a outra capa, mas essa foi uma das poucas vezes que gostei de ter um livro com capa do filme. Sim, ela escreve bem. Esse foi o segundo livro dela que eu li e sinceramente, não sei se leria um terceiro. =x
      Bjos

      Excluir
  17. Ganhei esse livro a um tempo atrás mas até agora não tive vontade de ler,na verdade dei uma olhada nas últimas folhas por que uma amiga queria saber o final,mas não foi tão explicativo kkk.Ele me lembra Um Dia do David,por causa dessa coisas dos amigos e tempo perdido.Cada vez que olho pra esse livro na estante me bate uma imensa preguiça e ele é tão grosso que vou deixando pra depois.Esse é um dos poucos casos em que eu estou mais interessada no filme do que no livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia!
      Acho que se eu tivesse olhado as ultimas páginas não teria ficado três dias lendo, na verdade nem teria começado koakoakoaokako
      Eu te entendo completamente. Não tenho problema quanto ao tamanho do livro, mas se ele já não me desperta muito interesse e ainda por cima é um livro grosso, acaba sendo ainda menos estimulante a leitura. Espero que você leia em algum momento, já que ele está ai, e o filme também é legal ;)
      Bjos

      Excluir
  18. Olá,
    Ainda não li nada da Cecelia Ahern (Sim,eu não li P.S. Eu Te Amo),sei que tem outra capa,mas sinceramente essa é mais bonitinha, cheguei até a ver o trailer do filme,mas ainda não cheguei a assistir.
    Gostei bastante da resenha e como já planejava ler o livro,só me estimulou,o fato de ser grande é até melhor,demora mais tempo pra acabar :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jaynne!
      Se te serve de consolo tbm ñ li "PS", mas depois de ler dois livros dela, nem tenho a intenção, acredito deixar a magia do filme falar por si só hahahaha, me decepcionei um pouco com ela.
      O livro ser grande não foi um problema, o que me incomodou foi que muito dali só "encheu linguiça", poderia ter sido cortado que não faria realmente tanta diferença no desenvolver da trama.
      Espero que goste, me conta depois ;)
      Bjos

      Excluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.