[Resenha] Perdendo-me - Cora Carmack

Título: Perdendo-me
Autora: Cora Carmack
Editora: Novo Conceito
Páginas: 286
Ano: 2014

VIRGINDADE.Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual.

Oi oi gente, olha eu por aqui outra vez! Pois é, acho que vim para ficar (uhuul) =)
A resenha de hoje é sobre um livro que eu simplesmente me diverti lendo: Perdendo-me.
Para todos que são loucos e alucinados pelo gênero New Adult assim como eu, arrisco dizer que esse livro é leitura indispensável!

Com uma mescla de romance clichê, comédia e algumas cenas mais quentes, o livro narra a história da Bliss Edwards, uma garota de 22 anos, que está prestes a se formar na faculdade, mas que ainda é virgem. Sim, ela é virgem aos 22 e isso tem se tornado um problema para ela, que se torna ainda pior depois que ela conta para sua colega de quarto, que faz o maior sucesso com os garotos.
Querendo se livrar de sua virgindade como quem arranca um curativo, Bliss acaba entrando na onda de Kelsey e juntas saem determinadas a resolverem esse problema até o final da noite. A coisa toda já começa errada quando Bliss resolve que quatro doses de tequila é a sua maior motivação para fazer sexo. Com a ajuda da amiga elas começam a verificar cada uma das possibilidades disponíveis no bar, e quando nenhuma agrada Bliss, ela acaba dando um jeito de escapar da amiga. Bem, é ai que a magia acontece.
Sendo uma estudante de artes cênicas, Bliss se vê obrigada a interromper sua escapada para o banheiro quando se depara com um cara lendo Shakespeare no bar. Afinal de contas, quem vai para um bar e fica lendo Shakespeare? Com a língua solta por conta da tequila, Bliss acaba falando demais e logo ganha à atenção de Garrick, um lindo britânico recém-chegado a cidade.
Usando e abusando de seu charme, Garrick vai seduzindo Bliss, que se deixa ser seduzida. Tendo gostos em comum, ambos dedicam o restante de suas noites naquela conversa, que pouco a pouco vai ganhando mais intimidade. Quando as coisas parecem realmente melhorar e Bliss se vê a um passo de estar livre daquilo que mais a incomodava, ela acaba fugindo de seu próprio apartamento com a desculpa mais esfarrapada de todas, praticamente seminua, deixando Garrick sem entender absolutamente nada.
Superado o desastre que foi a sua quase primeira vez, Bliss resolve deixar as coisas simplesmente seguirem, mas qual a sua surpresa ao chega à faculdade e descobrir que o cara com quem ela quase dormira é na verdade seu professor. 
A partir daí os personagens se veem em um verdadeiro dilema por conta do amor proibido entre professor/aluna, que acaba gerando muita confusão e cenas engraçadas. Como se isso não fosse o suficiente, adicione a essa bagunça toda da Bliss um amigo melhor apaixonado por ela e a sua necessidade de estar sempre no controle.
Narrado pelo ponto de vista da Bliss, o livro é uma leitura leve, rápida e divertida. O remédio perfeito para curar uma ressaca literária ou a solução para quem busca uma boa leitura. Cora fez um ótimo trabalho com essa história e apesar de todos os clichês, o livro continua sendo altamente interessante.

Personagens secundários: Como não amá-los? Bliss tem os amigos mais loucos, divertidos e complicados que alguém poderia ter e acho que por isso os adorei tanto. Fiquei muito feliz quando soube que Cade e Kelsey também teriam suas histórias retratadas, eles mereciam algo assim.
Capa e diagramação: Achei a capa bem fofa e os modelos se parecem bastante com os personagens descritos. Gostei pelo fato de não algo absurdamente apelativo, está de acordo com a história toda.
Como li em ebook, não sei dizer se a diagramação é a mesma do físico, mas no geral achei simples e com uma fonte de tamanho bom.

Quotes:
— SÉRIO? É por causa de Jesus? Você está, tipo, se guardando para ele? — Sexo parecia simples para Kelsey. Ela tinha o corpo de uma Barbie e o cérebro sexualmente-carregado de um adolescente.
— Não, Kelsey — eu disse. — Seria um pouco difícil me guardar para alguém que morreu há cerca de dois mil anos atrás.
— Nós podemos conversar sobre Shakespeare. Nós podemos conversar sobre qualquer coisa que você queira. (...) Eu podia cortejar você com estórias sobre minha vida, como Othello faz com Desdemona.
— Eu prefiro não comparar nossa noite com um casal que terminou com um assassinato/suicídio.

Comentários: Acho que deixei bem claro o quanto gostei desse livro, certo? Mas se ainda restam duvidas, digo mais uma vez, leiam esse livro, é simplesmente adorável! Dei 4 estrelinhas, e a música escolhida para essa leitura foi Wonderland, da Taylor Swift.






31 comentários:

  1. Amiga olha eu gostei bastante da sua resenha.
    Ainda não tive a oportunidade de ler, porque quem leu e resenhou para o meu blog foi a Agatha, mas logo logo estarei tendo a oportunidade de fazer a leitura. Espero gostar bastante porque só tenho visto muitos bons comentários. Parabéns amiga, porque você além de elaborar muito bem, passou bastante sobre a ideia do livro.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-as-cores-do-entardecer.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Silvana, que bom que gostou da resenha =)
      Leia sim!! a Escrita da Cora é ótima, me fez dar boas risadas, espero que você se divirta lendo.
      Bjos ^^

      Excluir
  2. Oi Camila, sabe que não vejo a hora de ler esse livro? Eu tenho o segundo da série, só não comecei ainda porque preciso ler esse primeiro!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kétrin, a verdade é que eles podem ser lidos fora da ordem, mas se você começar pelo do Cade, vai acabar tendo alguns spoilers, super recomendo que comece na sequencia, acho que você vai gostar ;)
      Bjos

      Excluir
  3. Oi Camila!
    Estou com esse livro parado aqui na estante, sem coragem para começar a ler por achar que é clichê demais! Mas você conseguiu me convencer e sinto que o lerei muito, muito em breve. Adorei sua resenha, você mostrou que um livro pode ser bem clichê e ao mesmo tempo muito bom.

    B-jussss! ♥
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina! Que bom que gostou da resenha!! =D
      hahahahahhaah esse é o tipo de clichê que as vezes passa despercebido. A Cora soube juntar tudo que ja é bem batido e fazer algo diferente. Fico feliz que se sentiu motivada a dar uma chance à ele, vale a pena ;)

      Bjos

      Excluir
  4. Eu lembro de já ter lido a resenha desse livro em outro blog, mas apesar de não lembrar o que comentei, percebo, pela sua resenha, o porque de não tê-lo esquecido: a premissa é ótima e os personagens nos ganham pelo carisma, não é? Não é bem meu estilo de leitura, mas há nele algo que o torna uma boa leitura, daquelas que vale a pena arriscar. Bjs

    http://territorio6.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gleyse!!
      Os personagens são sensacionais e apesar de ser um clichê, achei que a leitura não foi nenhum pouco cansativa. Valeu a pena arriscar totalmente ;)
      Bjos

      Excluir
  5. Olá de novo, Camila!
    Eu gosto de new adult e gostei muito desse constrangimento do livro.
    Cara, já pensou que doido você quase dormir com o seu professor?
    Devem ser cenas muito engraçadas.
    Fiquei afim de ler o livro.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Déborah!!
      Como disse, essa é uma leitura indispensável para fãs de new adult!!
      Totalmente, muitas vezes me peguei rindo alto com as trapalhadas da Bliss e seus amigos, leia assim que puder, não vai se arrepender ;)
      Bjos

      Excluir
  6. Olá Camila.
    Gosto muito de New Adul e esse realmente parece ser um livro indispensável.
    A historia é ótima, com essa mistura quente com comédia, e ainda o romance proibido entre os personagens.
    Fiquei curiosa pra saber como se desenrola a historia, principalmente por ainda ter o amigo que é apaixonado por ela.
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Confesso que não me dou bem com o gênero New Adult, porque os clichês que contém nesse gênero não são pequenos. Porém estou disposto a ler para conhecer um pouco melhor! Adorei saber que no livro tem essa mescla de romance com comédia, pois isso faz com que o livro não foque apenas nas cenas quentes. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luis, obrigada!!
      Apesar da trama toda começar com a Bliss querendo se livrar da virgindade, chega um determinado ponto que esse é o menor dos problemas dela. Não que o livro seja recheado de dramas, na verdade é tudo muito bem dosado, o que torna o livro delicioso.

      Excluir
  8. Oi Camila!
    Eu li Fingindo recentemente e estou louca para ler perdendo-me, mesmo que Bliss não seja o tipo de protagonista preferida. Essa coisa de virgindade é muito auto valorizado, e daí que ela tem 22 e ainda é virgem, gente, virgindade não deixa as pessoas burras ou tapadas hahuahua
    Mas, voltando ao livro ahhaa, eu adorei a sua resenha, ela só me deixou com mais vontade de ler Perdendo-me e quero saber o que Cade significa para Bliss pra ela quebrar tanto o coraçãozinho dele!
    Beijos

    LuMartinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!!
      Na verdade eu acho que a Bliss se cobra muito isso por conviver com uma amiga tão sexualmente ativa, acho que isso desperta muita curiosidade nela. Não vejo nenhum desses pontos como um problema, com tanto que ela queira deixar de ser virgem porque quer, e não porque acha que isso DEVE acontecer com o primeiro que surgir.
      O Cade é um fofo, e a Bliss não quebra o coração dele por mal, a verdade é que não para escolher por quem se apaixonar koaokakoakoako
      Leia sim, acho que você vai acabar gostando da Bliss ;)
      Bjos

      Excluir
  9. Tô louca para ler essa resenha desde que vi Fingindo, porque foi quando descobri esses livros. Acho as capas lindas, mal posso esperar para ler o dois. Aliás, adorei a resenha, me deixou ainda mais curiosa e ansiosa para fazer a leitura. Certeza que vou gostar dos dois!
    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cecília!!
      Leia sim, se possível, vá pela ordem, do contrário você pode ter spoiler e fazer com a leitura se torne mais previsível.
      Fico feliz que tenha gostado, principalmente por ela ter te deixado mais curiosa para ler. Depois me conte o que achou ;)
      Bjos

      Excluir
  10. Olá, estou louca para ler esse livro, não conhecia mas quando vi o lançamento do segundo, fiquei curiosa para ler o primeiro!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela!!
      Tanto "Perdendo-me" quanto "Fingindo" são muito bons, leia sem medo ;)
      bjos

      Excluir
  11. Como já disse em resenhas anteriores, esse gênero 'não faz meu tipo'
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giovana!
      É, não adianta insistirmos em um gênero que não nos agrada, porque ai o que era para ser prazeroso se torna um sacrifício. Qual seu gênero preferido? Conta pra mim ;)
      bjo

      Excluir
  12. Oi Cam!
    Tenho que ser sincero em dizer que achei a premissa bem clichê e ridícula, é certamente um livro que não leria. O que acaba me deixando com sentimentos estranhos, porque eu adorei a premissa do segundo livro da série, haha!
    Mas mesmo assim fico feliz que tenha gostado bastante do livro, uma pena não fazer meu estilo.

    Beijos
    https://ummundochamadolivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gustavo!! =D
      Bom, eu sou uma romântica incorrigível, que adora os clichês e os romances mais improváveis, talvez por isso tenha adorado hahahahahaha
      Na minha opinião o segundo livro é tão bom quanto o primeiro, com direito a um "encontro" tão fora do comum quanto foi o da Bliss com o Garrick. A Cora arrasa em misturar os clichês com um toque de comédia, o resultado acaba sendo adorável ;)
      Bjos

      Excluir
  13. Preciso ler!Essa é a segunda resenha que vejo aqui no blog falando dos livros da Cora,sim eu li a resenha do livro 2 antes da do livro 1 mas como eles não são continuações não há problemas.Não tenho nem o que falar,adoro esses livros onde a personagem começa a sair com um cara e dai descobre que ele é seu professor ou seu chefe.E deve ser difícil resistir a um belo britânico lendo Shakespeare.Nem preciso mencionar que sou louca por New Adult então quero ler o mais rapido possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Letícia, sim você precisa ler!! hahahahahahaha
      Sim, eles são meio que independentes, mas lendo na ordem certa, você passa a entender um pouco mais o Cade, mas se ler fora de ordem também não atrapalha, talvez só de alguns spoilers hahahahahahaha
      Eu aaamo new adult *-* e tendo um britânico como personagem principal fica difícil resistir hahahahaha

      Bjos

      Excluir
  14. Concordo total com você, até porque o dificil hoje em dia é achar um livro que não seja clichê. O que pra diferencia é como o autor conduzira a história. E esta foi conduzida muito bem hein?! Você me convenceu mais que nunca a ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liih!!
      Acho que os clichês fazem parte, não consigo não gostar deles hahahahah e sim, a maneira como o escritor conduz a obra faz toda diferença, independente de ser um clichê ou não.
      Weee, leia sim e depois me conte o que achou ;)
      Bjos

      Excluir
  15. Tenho um caso de amor e ódio com esse livro, a realidade é que li e pensei que o segundo livro era uma continuação, fiquei meio chateada quando percebi que o segundo não iria focar na Bliss (meu ódio termina nessa parte).
    Achei um livro bem gostoso de ler,e a musica da Taylor que você escolheu combinou com o espirito do livro pra mim.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaynne, eu A-D-O-R-E-I esse livro, sério, dei boas risadas, e quanto a continuação, achei que o livro do Cade também foi muito bom, apesar de ser um clima bem diferente.
      A Cora soube explorar os clichês com maestria.
      Quanto a música, não consigo ler sem trilha sonora ;)

      Excluir
  16. Eu acho a história do livro interessante, apesar de não tão original assim. Acho que a pitada de descontração pode quebrar um pouco o clima quente ou romântico do livro, e por isso acredito que tenha sido uma grande jogada da autora. Adorei a capa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patrini!
      às vezes é bom apostar nos clichês, você ja tem uma ideia de qual será o final, mas se diverte ao longo da história, acho que isso vale bastante ;)
      A capa é fofa e combina muito com os personagens!
      Bjos

      Excluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.