[Hora de Filmes!] Cinderella

Título: Cinderella
Diretor: Kenneth Branagh
Elenco: Lily James, Cate Blanchett, Richard Madden, Helena Bonham Carter (...)
Lançamento: 13 de Março de 2015 (EUA) | 23 de Março (BRA).
Duração: 1h45min.
Gênero: Fantasia, Romance
**Contém Spoilers**
Sinopse: Após a trágica e inesperada morte do seu pai, Ella (Lily James) fica à mercê da sua terrível madrasta, Lady Tremaine (Cate Blanchett), e suas filhas Anastasia e Drisella. A jovem ganha o apelido de Cinderela e é obrigada a trabalhar como empregada na sua própria casa, mas continua otimista com a vida. Passeando na floresta, ela se encanta por um corajoso estranho (Richard Madden), sem desconfiar que ele é o príncipe do castelo. Cinderela recebe um convite para o grande baile e acredita que pode voltar a encontrar sua alma gêmea, mas seus planos vão por água abaixo quando a madrasta má rasga seu vestido. Agora, será preciso uma fada madrinha (Helena Bonham Carter) para mudar o seu destino...

Olá pessoas bonitas ^^
Hoje estou aqui para falar a respeito da mais nova super produção da Disney: Cinderella live-action!
Até então o filme estava com a estréia prevista aqui no Brasil para 2 de Abril, porém foi antecipada para 23 de Março. Agora, vamos falar da história e acho que ela deve começar com a seguinte pergunta:

Qual é a garota que nunca sonhou com um príncipe encantado? 

Desde quando eu era criança sempre ouvi meninas das mais variadas idades sonharem com o príncipe encantado montado no cavalo branco. Eu admito que algumas vezes também sonhei.
De todos os contos de fadas, sem dúvida alguma um dos mais apaixonantes de todos os tempos é Cinderella.
Admito que já vi diversas adaptações da história Original, porém, nenhuma é tão encantadora como a animação da Disney. São coisas pequenas e singelas que marcaram para sempre essa história, porém, alguém muito corajoso, resolveu readaptar a história que todos conhecemos onde pessoas humanas dariam vidas aos personagens e o resultado foi... SIMPLESMENTE MARAVILHOSO!
Não existe outra palavra para descrever senão isso.


A história começa com um bebezinho muito fofo em um cestinho no campo, olhando para as nuvens e imaginando o mundo em formas diferentes. Este bebê é Ella (Lily James), nossa protagonista, também conhecida como "gata borralheira" ou simplesmente, Cinderella. Em questão de segundos os anos passam e logo temos uma visão da menina com aproximadamente uns 10 ou 11 anos, a partir daí a história começa a desenrolar: sua amorosa mãe infelizmente fica doente e diz algo a ela que eu achei extremamente lindo...

"Vou lhe contar um segredo que ajudará você a passar por todas as provações que a vida apresentar. Tenha coragem e seja gentil. Ella, você tem mais bondade em seu dedo mindinho do que muitas pessoas têm no corpo inteiro. Onde existe gentileza, existe bondade. E onde existe bondade, existe magia". 

Eu fiquei literalmente emocionada quando a mãe de Ella disse a menina para ela. Mesmo que seja um conto de fadas, se formos parar para pensar em como isso afeta no mundo real, iremos perceber que existem poucas pessoas realmente boas e gentis no mundo. Há aqueles que são gentis por interesse, outros que são o diabo vestido em pele de cordeiro, ou seja, hoje ela tem um ato de bondade, amanhã de falsidade. Então, o que eu mais gosto nos contos de fada no geral, é como a bondade se destaca sobre o mal. Isso sempre me encantou!
Mas... voltemos ao filme rs'
Anos após o falecimento de sua mãe, o pai de Ella diz a filha que pensa em se casar novamente com uma jovem viúva que conheceu em uma de suas viagens, mesmo que não ame a mesma. Bondosa e gentil como prometeu a sua mãe que sempre seria, Ella apoia a decisão do pai, acreditando que isso iria trazer felicidade a ele e a ela, pois teria duas novas irmãs.
Sem demora, sua a madrasta enfim chega a sua casa. Com um gosto refinado e com duas filhas extremamente mimadas, Lady Tremaine não suporta o fato de seu novo marido ter um filha tão inteligente e bela,  e ao mesmo tempo simples e humilde, diferentemente, de suas filhas Anastasia e Drisella.
Na frente do marido, Lady Tremaine parece ser um anjo, mas quando o marido da as costas e vai trabalhar, sua verdadeira faceta vem a tona. Duas Caras define o que esta personagem representa na história. As coisas só pioram ainda mais quando chega a notícia do falecimento do pai durante a viagem de trabalho.
A partir daí, Ella se transforma na empregada da casa e ganha o apelido de Cinderella. Polpando até as migalhas de pão para gastar com jóias, roupas e festas, Lady Tremaine não permite que Ella tome café com ela e suas filhas junto a mesa, além de tê-la feito sair de se quarto e ir dormir num sótão extremamente empoeirado e frio, e fazê-la comer apenas as sobras de comida - sobras estas que ela divide com seus amiguinhos, os ratinhos. A medida que o tempo passa, a vida da pobre Ella se torna mais difícil, porém, apesar das dificuldades pelas quais ela passa, sempre carrega a esperança de que tudo irá melhorar, cumprindo sua promessa de ser bondosa e gentil com as pessoas.
Humilhada por sua madrasta, Ella num ato de desespero, sai cavalgando pela floresta em lágrimas, quando encontra um belo, corajoso e desconhecido cavalheiro (Richard Madden). A primeira vista, um pouco de hostilidade é trocado entre os dois pelo fato de ele estar caçando e ela querer proteger os animais, no entanto, logo um acaba se encantando pelo outro. Sem saber que o homem a sua frente é o Príncipe e não um aprendiz do palácio como ele havia dito, Ella promete a ela que se verão novamente um dia.

"Só porque é feito, não significa que tem de ser feito".
- Ella
Encantado com a camponesa que conhecerá e com a esperança de reencontrá-la, o Príncipe convence seu pai - que exige que ele se case logo -, a abrir os portões do castelo e oferecer um baile onde todas as moças do reino teriam de comparecer e então, ele escolheria sua noiva, a futura Princesa e posteriormente, Rainha.
"Um príncipe não é livre para seguir seu coração. Ele deve se casar para o bem do reino."
Ao ser anunciado que haveria o baile, logo Lady Tremaine e suas meia-irmãs começam a fazer os preparativos para ele, acreditando que alguma delas teriam chance com o Príncipe, a medida que, em segredo, Ella reformava uma antigo vestido de sua mãe para pode ir e reencontrar o cavalheiro que conheceu. Quando elas estão de saída, Ella aparece simples, porém, linda num vestido cor de rosa que logo é rasgado por suas madrasta onde ela ordena que a enteada não irá ao baile.
Mais uma vez humilhada e em lágrimas, Ella corre para o jardim de sua casa, onde misteriosamente uma velhinha surge entre as raízes das plantas no quintal. Nossa adorável Fada Madrinha é interpretada com maestria por Helena Bonham Carter, famosa por seu papel como Bellatrix Lestrange em Harry Potter.
Transformando uma abóbora em uma linda carruagem, um ganso em um cocheiro e ratos em belos e velozes cavalos, os efeitos especiais do filme são verdadeiramente mágicos, simplesmente maravilhosos. Porém, de todas as cenas com efeitos especiais, nenhuma foi mais bem feita do que a do momento em que a Fada Madrinha transforma o vestido de Cinderella, num belo deslumbrante vestido de baile e logo depois, sapatos velhos e surrados, em belos sapatinhos de cristal.
Belíssima e com um enorme sorriso no rosto, Ella vai ao baile, porém carregando consigo o aviso de que a meia noite, o encanto seria desfeito e tudo voltaria a ser como antes.
Ao chegar atrasada na festa, ela arranca a atenção de todos com sua beleza e delicadeza. Enfim, ela reencontra o cavalheiro misterioso que conheceu na floresta, descobrindo assim que ele é o príncipe.
Uma dança e uma conversa num belo jardim secreto depois, a meia noite chega e ela não tem tempo de dizer o seu nome a ele, pois tem de correr para poder voltar para casa antes que sua madrasta chegue com suas filhas, no entanto, no meio do caminho, um de seus sapatinhos é perdido na escadaria do palácio e esta se torna a única pista da "esquecida misteriosa" pela qual o Príncipe se apaixonou.
Voltando para casa com extremo mau humor por uma moça misteriosa ter roubado toda a atenção do príncipe para si, a primeira vista Lady Tremaine não desconfia que Ella seja a moça desconhecida que conquistou o coração príncipe, uma vez que, a Fada Madrinha havia enfeitiçado Cinderella de maneira que a madrasta e suas irmãs não a reconhecessem.
No entanto, com o passar do tempo e com o falecimento do rei, o Príncipe herdeiro finalmente declara seu amor a "Princesa" misteriosa e manda um exército a procura da moça que calçaria o delicado sapatinho perdido. Porém, pelo fato do sapato ser mágico, ele se recusa a calçar no pé de outra moça que não seja sua verdadeira dona, Ella. De alguma forma, a madrasta descobre o outro pé do sapatinho que Ella havia escondido debaixo do assoalho do sótão. Interesseira, Lady Tremaine tenta propor um acordo a Ella, onde ela poderia se casar com o Príncipe, mas em troca, iria fazer dela e suas filhas nobres e a governanta do Palácio, mas Ella recusa pensando no bem do reino e do Príncipe e sua madrasta logo destrói o sapatinho de Cristal, trancando sua enteada no sótão. Em busca de tirar algum proveito da situação, Lady Tremaine procura o grão-duque e dá a ele a verdadeira identidade da moça. Acreditando que uma simples camponesa doméstica não seria uma rainha ideal, o nobre oferece títulos de Nobreza e bons casamentos a Anastasia e Drisella em troca de Lady Tremaine esconder Ella de modo que o exército do príncipe não encontre a moça e venha a se casar com uma Princesa de um reino vizinho.
Desesperançosos por não ter encontrado a donzela que calçaria o sapatinho, o comandante do exército enfim chega a última casa do reino, a de Lady Tremaine. Anastasia e Drisella se estapeiam para tentar calçar o sapatinho, mas não conseguem. Sem mais alternativas, o exército decide voltar para o castelo quando ouvem uma voz doce ressoar da janela do sótão. O grã-duque que acompanhava o exército e Lady Tremaine, tentam de toda forma fazer com que eles partam sem se importar com a última donzela do reino, no entanto, neste momento o príncipe revela seu disfarce no meio do exército e ordena que a jovem seja chamada para experimentar o sapato.
Lady Tremaine tenta ordenar a enteada para que não desça e experimente o sapatinho, porém, Ella a desafia e vai enfim ao encontro do príncipe.
Essa é sem dúvida alguma uma das cenas mais emocionantes do filme e o que eles dizem um ao outro, é sem dúvida alguma uma cena digna de ser lembrada.  Mas não vou dizer aqui rs'
Vou deixar vocês assistirem para saber. Mas vale realmente a pena conferir, a cena é carregada de amor e a meu ver, não só esta cena, mas o filme inteiro passa essa mensagem de amor incondicional e bondade. A madrasta, suas filhas e o grão-duque (traidor), somem no mundo para a felicidade do casal protagonista.
E enfim, Ella e o Príncipe se casam e vivem Feliz Para Sempre!
O elenco do filme foi extremamente maravilhoso, os efeitos especiais espetaculares, cenário, figurino, trilha sonora, tudo simplesmente perfeito. O curta metragem "Frozen: Febre Congelante" exibido antes foi muito fofo e esta adaptação foi muito mais do que satisfatório. O filme cumpriu com as minhas expectativas e a meu ver, ficou ainda melhor. O príncipe teve mais espaço, ele não foi apenas o cara "perfeito" e sim um homem integro, que tem sentimentos e luta pelo que quer. Quanto a Ella... Bem, esta foi a moça meiga que eu sempre gostei. Cinderella sempre foi o meu conto de fadas favorito e para mim, continua sendo depois desse filme espetacular. Bom, eu simplesmente amei e acho ele digno de ser recomendado a todos, independente da idade. Tudo é muito inocente, porém, carregado de amor. Baseado na obra de Charles Perrault, esse filme não merece nada menos do que 5 estrelas para mim. Meus parabéns a Disney, arrasou mais uma vez!



Galera, espero que tenham gostado do Hora de Filmes de hoje e se forem assistir o filme ou já tiverem assistido, conte para nós o que achou. Vou adorar saber!
Beijos e até a próxima ♥



16 comentários:

  1. Acho que vou assistir ao filme, mas não faço ideia de quando.
    Contos de fada da Disney sempre são lindos e não tem como não se encantar.
    Adorei seu ponto de vista sobre a história e fiquei com vontade de assistir, embora ache que os atores ficaram meio estranhos, mas mesmo assim me interessei.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  2. To muito a fim de assistir o filme e, apesar de conhecer a estória, parei de ler seu texto para não saber detalhes que eu quero ver no filme. Mas tenho que te perguntar: As partes íntimas do Richard Madden, estavam muito visíveis? Não sei se você ouviu falar que o cara é bem dotado e precisou usar aqueles protetores para diminuir o tamanho, que ficava muito visível na calça justa que ele usava. Isso não foi o principal motivo para eu querer ver o filme, mas foi um dos... kkkkk.
    Voltando ao assunto, Cinderela é sempre um ótimo conto de fadas, seja escrito, em desenho, animação ou filme, é uma belíssima estória que merece a ida ao cinema. Bjs

    http://territorio6.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Luna!
    Quem não ama contos de fadas? Eu sou louca por eles e não vejo a hora de assistir. Aliás, estou achando o máximo essa ideia da Disney de fazer os filmes das princesas de carne e osso, ano que vem tem A Bela e a Fera (com Emma Watson ♥) e já foi anunciado que vai ter Mulan também \o/
    Adorei seu texto, bem detalhista, e me deixou mais ansiosa para ir ao cinema.

    B-jusssss!
    www.quemlesabeporque.com

    ResponderExcluir
  4. Amiga vou acabar assistindo esse filme pelo computador, porque eu sinceramente adoro todos os filmes feitos pela Disney e acho que esse CINDERELA pelo jeito não deixou a desejar. Espero gostar bastante, porque estou super curiosa para saber sobre ele. Achei que sua postagem ficou ÓTIMA, principalmente porque você ter colocado seu ponto de vista me deixando ainda mais curiosa para assistir.
    Cheguei ontem de viagem e agora estou com dor de ouvido menina do céu. Nem tenho conseguido ler meus livros
    Eu tive que tirar dois livros do mês para serem lidos, porque não estou dando conta pelo cansaço da viagem, mas enfim...vamos ver no que dá =x

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-voce-tem-sete-mensagens.html

    ResponderExcluir
  5. Oi Luna!
    Eu estou doida pra ver esse filme desde que eu soube que foram usados 17 mil metros de tecido para fazer 3 vestidos da Cinderela e QUE VESTIDO LINDO!!
    Parece que a fotografia do filme não decepciona em nada e, ultimamente, os filmes que recontam histórias clássicas estão MUITO perfeitos!
    Adorei a sua resenha, gostei também do fato do principe não ser só um cara que tá lá e se apaixona pela Cinderella, ele é um homem com vontades e tals, isso é legal de mostrar no filme.
    Agora estou AINDA mais ansiosa para ver esse filme!
    Beijos

    LuMartinho

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Ainda não vi o filme, é bom saber que ficou maravilhoso.
    Realmente as historias da Disney são incríveis, Cinderella é umas das minhas favoritas também.
    Tem tudo aquilo de aparecer um principe encantado e te salvar, então é impossível não carinho especial por essa obra, fez parte de um momento muito especial da minha vida.
    Curiosa pra ver, deve ser lindo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Não tenho interesse em assistir Cinderela por questão de gosto mesmo. Mas, pelos comentários, vi que ele é um ótimo filme. A superprodução do filme ficou ótimo, com tudo bem detalhado. Minha irmã irá adorar! hahahah

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Estou doida pra ver esse filme. Acho que conto de fadas nunca sai de moda e nos mulheres adoramos um príncipe encantado né?
    Os filmes da Disney são lindos e sempre tem um ensinamento por trás de cada filme seja pra criança ou adulto.
    Vestido mais que lindoo, quero pra mim :(

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Luna!
    Olha, mil desculpas, mas não li o post porque eu vi que contém spoilers, e ainda hoje (daqui a 1 hora pra ser mais exato) eu vou assistir esse filme, haha!
    Estou muito ansioso, e espero que o filme me agrade como vem agradando um monte de gente.
    Depois que assistir volto aqui e leio o post, OK?

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá, esse filme é muito bom, assisti e gostei bastante, confesso que ri em alguns momentos, cheguei a achar engraçado, adorei!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  11. Esse é um filme que não tenho nenhum interesse em ver.
    Acho que a Disney anda fazendo algumas burradas em adaptações, então...

    ResponderExcluir
  12. Ai, nossa. Agora fiquei ainda mais chateada por ainda não ter assistido o filme. Infelizmente tudo anda tão corrido para mim que nem ter tempo de ir ao cinema eu consegui. Espero conseguir assistir logo e me apaixonar por ele tanto quando você. Afinal de contas, quem nunca quis viver um conto de fadas, né? Adorei os atores escolhidos. Preciso assistir.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Quando começaram a rodar as filmagens fiquei preocupada que Cinderella fosse acabar tendo o mesmo caminho de Malévola(eu achei esse filme bom também,mas preferia que tivessem focado no conto da Bela Adormecida mesmo, já que agora não será feito tão cedo um live-action dessa princesa ).
    Você explicou muito bem o filme,eu também adorei a fala da mãe de Ella, foi um filme que realmente valeu o ingresso,senti um pouco de falta do coque,mas achei que os cabelos da Lily ficaram muito lindos.
    Agora já estão dizendo que com o sucesso de Cinderella a Disney vai filmar Mulan em live-action,mal posso esperar,quem sabe sai até um Cinderella 2 *-*

    ResponderExcluir
  14. Só pelo trailer já da pra ter uma boa noção dos efeitos especiais,que são de primeira.Eu nunca fui muito fã de animações então esse filme caiu como uma luva.Bom mesmo que a Disney resolva investir nessa linha de filmes.O enco é outra coisa sensacional,a escolha dos atores fez toda a diferença.

    ResponderExcluir
  15. Você definiu tudo que senti assistindo esse filme. Ele realmente é maravilhosos né?! E não é só porque recebe o selo da Disney não. É tudo, dos atores aos produtores. Amei.

    ResponderExcluir
  16. Eu estou doida pra ver o filme!
    Acho esses relançamentos de contos de fadas tudo de bom, é ótimo as produtoras estarem investindo nessas histórias que não tem prazo de validade. Acho que é uma boa investida reeditá-los sob uma perspectiva mais moderna e um tanto voltada ao suspense. Fica ainda melhor!

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Muito obrigada pelo seu comentário, sua visita é muito importante para o Paraíso!!
Volte sempre

Tecnologia do Blogger.